Elenco de Supergirl sugere que Kara terá uma versão ‘mais sombria’ na 3ª temporada

The CW/Divulgação

Poderemos ter uma versão mais sombria de Kara Denvers? De acordo com uma recente entrevista do elenco de Supergirl à Entertainment Weekly, os eventos do final da segunda temporada terão impacto direto no comportamento da protagonista, principalmente com a partida de Mon-El (Chris Wood). Segundo Melissa Benoist:

Ela está realmente frágil no começo da temporada, mas apenas as pessoas mais próximas dela verão isso, porque ela está muito fechada e realmente está tentando suprimir qualquer dor que sentiu por perder o Mon-El. Por sua vez, ela tomou essa decisão maciça de despedir-se de sua humanidade e realmente abraçar ser um alienígena. Nós a ouvimos dizer um pouco nos primeiros cinco episódios: “Eu não sou um humano, venho de um planeta diferente, então isso não se aplica a mim”.

Para o alívio de muitos, porém, uma versão mais séria e carrancuda da Kara não será aceita pelos seus companheiros: “Todos seus amigos, inclusive Alex,  estão tentando ajuda-la com isso, mas ela está mantendo as pessoas afastadas, como muitos de nós fazemos na vida real“, disse Chyler Leigh (Alex Denvers). “Alex faz tudo que pode para dar espaço a ela, mas a situação se resolve muito rápido devido à honestidade de Alex, e elas tem uma relação de muito companheirismo“, completou Leigh.

A situação será especialmente difícil para Lena (Katie McGrath), que se culpa por ajudar a ajustar o dispositivo que foi criado por seu irmão Lex. “O que você está vendo com Lena é a culpa de sentir que ela é de alguma forma responsável por arruinar esse grande amor de Kara“, diz McGrath. “Então, enquanto ela está se sentindo bem que ela salvou o mundo ou ajudou a salvá-lo, ela se sente muito responsável de que sua melhor amiga está sofrendo e ela está tentando, de certa forma, levar Kara de volta à amizade que tiveram, [porque] ela é perdeu um pouco. “

Continua após a publicidade

Kara também pode encontrar consolo em sua herança Kryptoniana, com Erica Durance (Smallville) juntando-se ao show em uma reformulação da mãe de Kara, Alura – o que, aparentemente, significa que veremos muito mais da personagem nesta temporada. “É diferente”, diz Benoist sobre a nova dinâmica. “Eu amei Laura Benanti, mas Erica traz algo muito divertido para isso. Eu só tive alguns momentos com ela até agora em holograma, e a veremos com mais frequência. É sempre uma experiência realmente emocionante para Kara, poder conversar com ela de qualquer forma, então definitivamente veremos mais isso“.

Kara também não é a única que está lutando com o que significa ser humano no começo da temporada. Verá o novo vilão Reign descobrindo sua linhagem (mais sobre isso aqui), J’onn aprendendo que ele não é o último marciano verde com a introdução de seu pai , e Alex descobrindo o que ela quer na vida. “Quando voltamos, elas estão no processo de planejar o casamento“, diz Leigh. “Torna-se uma posição bastante desconfortável para Alex, porque, obviamente, quando você está planejando um casamento, você está falando sobre convidar a família e uma das pessoas mais importantes para ela é o pai, e ele não vai estar lá. Então, para ela, é agridoce. Você ve-las trabalhar com algumas coisas em que você tem o seu colapso do mundo, onde elas continuamente estão aprendendo coisas novas sobre a outra. Para os primeiros episódios, Alex está descobrindo cada vez mais quem ela é e o que ela quer“.

Supergirl retorna com sua temporada na próxima semana nos Estados Unidos, pelo canal The CW.

Fonte: Entertainment Weekly

Luiz Alves

Luiz Alves

Historiador, fã de histórias em quadrinhos e jogador de RPG de longa data. Tem interesse por séries de suspense, como Hannibal, The Killing, Luther etc., de fantasia, como Penny Dreadful; e de todas as séries baseadas em HQs.

No comments

Add yours