Estrela de Chicago P.D., Jason Beghe é acusado de assédio por membros da série

Imagem: NBC/Divulgação

A estrela de Chicago P.D., Jason Beghe, recebeu acusações de assédio verbal e de cunho sexual – a partir de ataques de raiva, nos bastidores da série, reportou o Deadline. A história vazou em meio a diversas alegações contra atores de Hollywood. As acusações teriam começado ainda em 2016.

De acordo com matéria do Deadline, Beghe foi acusado de má conduta e comportamento inadequado por vários membros da equipe e do elenco da série.

Quando nos chamou a atenção que havia preocupações sobre o comportamento inadequado no set, iniciamos uma investigação em parceria com os Recursos Humanos e todas as partes envolvidas“, disse a Universal Television e a Wolf Entertainment em um comunicado hoje ao Dealine. “Como resultado da investigação, já agimos, e é uma situação em que continuamos monitorando de perto para garantir que todos os nossos funcionários se sintam seguros e apoiados“.

Continua após a publicidade

Beghe, que interpreta o Sgt. Hank Voight na série, foi o foco de numerosas acusações do elenco e membros da equipe da série da NBC. Ele, aparentemente, usou consistentemente linguagem altamente agressiva e sexualmente sugestiva, bem como posturas intimidantes entre outras.

Sinto muito se o meu comportamento foi prejudicial para meus amigos e colegas“, disse Beghe em declaração emitida hoje (21). “Eu tenho lutado com problemas de raiva por algum tempo, e durante o ano passado, eu tenho trabalhado com um treinador para me ajudar a aprender a mitigar meu temperamento. É um processo contínuo, e tem sido humilhante.”

É uma fonte de grande orgulho para mim fazer parte do elenco e da equipe incrível de Chicago P.D.“, acrescentou Beghe. “Pessoalmente, peço desculpas a qualquer um que eu tenha chateado, e estou empenhado em fazer o que é necessário para compensar qualquer dano que possa ter causado“.

No ano passado a produção foi informada, através do elenco e da equipe, de uma série de questões envolvendo Beghe, de acordo com fontes.

Com os executivos seniores envolvidos ativamente, a divisão de recursos humanos abriu uma investigação sobre as queixas, e advogados externos foram trazidos. Essas queixas, e a investigação, foram focadas em questões de raiva – envolvendo gritos de Beghe com os membros da produção, que achavam profundamente ofensivo. Como parte da conclusão dessa investigação no outono passado, e assim como Beghe disse em sua declaração, a rede forneceu ao ator um treinador para resolver seus problemas de raiva; Esse treinador continua trabalhando com Beghe. Uma nota de repreensão foi emitida ao ator, também como resultado, e houve outras conseqüências.

Neste ano, a estrela Sophia Bush deixou a série e, pelo menos, uma outra atriz e um membro da equipe aparentemente foram retiradas de P.D. ou realocadas em outra produção de Wolf por conta desta comportamento.

Chicago P.D. tem sido descrito como um ambiente difícil para uma artista feminina trabalhar, e a saída de Bush, relatada exclusivamente pelo Mix de Séries em maio, teria sido uma reação específica à conduta de Beghe. A atriz chegou, inclusive, a relatar um ambiente de trabalho que ela havia enfrentado, muito semelhante a situação com Beghe, agora exposta. Bush já havia relatado brigas e situações de machismo nos bastidores da série policial da NBC.

De acordo com o Deadline, não só a saída de Sophia Bush, como também de outros membros, estariam ligadas à má conduta do ator. Uma fonte ligada à Variety também confirmou que a saída de Bush está ligada à conflitos com Beghe. Em matéria, a conceituada revista confirmou a história.

Representantes de Bush e das outras duas mulheres não responderam às perguntas do Deadline sobre o ocorrido.

Fontes de dentro da série afirmaram que o temperamento explosivo de Beghe tem sido um problema durante a toda a produção de P.D. e que a investigação aberta no ano passado estava há muito tempo atrasada. Uma fonte relatou que incidentes envolvendo agressões físicas chegaram a acontecer nos bastidores.

Oficialmente, Sophia Bush deixou a série “porque queria“, mas ela vem ativamente lutando contra esse tipo de comportamento. O mais recente caso envolveu o criador de One Tree Hill, série pela qual a atriz trabalhou por nove anos e a qual o criador foi acusado de assédio por grande parte das mulheres do elenco.

Chicago P.D. está atualmente em sua quinta temporada e, a partir desse caso vindo à tona, não se sabe se a NBC tomará algum outro procedimento contra Beghe.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    MIlla 22 novembro, 2017 at 11:03 Responder

    fico assustada com as pessoas que acham que isso é um comportamento normal, vários atores já sairão e querem sair por causa do comportamento dele! Se foi comprovado então sai fora e arca com as suas atitudes!

Post a new comment