Ex-âncora acusa Kevin Spacey de abusar seu filho

Imagem: YouTube/Reprodução; Netflix/Divulgação

Na tarde desta quarta-feira (08), a ex-âncora da WCVB (afiliada da ABC na região metropolitana de Boston), Heather Unruh acusou Kevin Spacey de abusar do seu filho num bar da cidade em julho de 2016.

A jornalista detalhou o ocorrido numa coletiva de imprensa acompanhada do advogado e da filha. As informações são do Boston Globe.

Com dificuldades para conter o choro, Heather contou que seu filho de 18 anos estava sentado dentro do bar para beber quando foi abordado por Spacey. Ele teria oferecido vários tipos de bebidas alcoólicas antes de colocar sua mão dentro da calça do filho de Heather e mexer nos seus genitais.

Continua após a publicidade

De acordo com Unruh, o jovem, que é hétero, ficou traumatizado e não conseguia se mover. Uma mulher, que provavelmente percebeu que algo de estranho tinha acontecido, teria se aproximado para saber se estava tudo bem e se o jovem precisava de ajuda quando o ator foi ao banheiro. Ao saber do que tinha acontecido, ele foi aconselhado a sair dali e correr.

Envergonhe-se pelo que você fez com o meu filho,” disse Heather diretamente para Spacey. Ela ainda afirma que não procurou a polícia à época pela vergonha da situação e também por saber a atenção desagradável que sua família receberia por denunciar uma figura tão pública.

A razão pela qual ela tomou a decisão em falar agora foi pela inspiração que teve das acusadoras contra Harvey Weinstein e pelos outros acusadores de Spacey.

Para os leitores que questionam a possibilidade de Kevin “pagar pelo que fez”, saibam que as leis do estado de Massachusetts permitem que o ator seja processado haja vista que esse tipo de crime prescreve em 06 anos nesse estado.

O problema é que o ator não tem residência por lá, o que complicaria qualquer advogado ou procurador a processá-lo.

Vale lembrar que desde quando Anthony Rapp acusou Spacey de assédio no final de outubro, a Netflix cancelou House of Cards, cuja produção permanece suspensa, e demitiu o ator da produção. Ele também perdeu seus agentes e publicitários

https://www.youtube.com/watch?v=fQLwjVu_v6k

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours