Exibição de séries no Brasil é ameaçada por Projeto de Lei de Marco Feliciano

Imagem: CW/FOX/Amazon (Divulgação)/ Veja (Release)
Imagem: CW/FOX/Amazon (Divulgação)/ Veja (Release)

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Um projeto de lei de autoria do deputado Marcos Feliciano movimentou o mundo das séries e tem gerado bastante repercussão na internet. É que o projeto pretende alterar a Lei 8.069/90 (que trata sobre a proteção integral à criança e ao adolescente), proibindo que produções audiovisuais (cinema, TV, games) “profanem símbolos religiosos”.

Continua após a publicidade

Um trecho da proposição do deputado diz o seguinte:

Continua após publicidade

“Não será permitido que a programação de TV, cinema, DVD, jogos eletrônicos e de interpretação – RPG, exibições ou apresentações ao vivo abertas ao público, tais como as circenses, teatrais e shows musicais, profanem símbolos sagrados.”

Sem especificações e nenhuma clareza, o texto de Marco Feliciano pode embasar a proibição de inúmeras séries no Brasil. Produções como Supernatural, Lucifer, American Gods, Preacher, Rick and Morty, e até mesmo a vencedora do Emmy, The Handmaid’s Tale, que fala justamente sobre o perigo de misturar religião e política, estariam em risco.

Continua após publicidade
Continua após a publicidade

Para o deputado, a proibição da profanação de símbolos religiosos nas mídias de audiovisual junto de um método mais rigoroso para determinar a classificação indicativa desses conteúdos configurariam uma forma de se manter a moral e os bons costumes.

Avanço ou retrocesso?

Deixe sua opinião nos comentários…

Fonte: Adrenaline