Extant 1×04 – Shelter

extant-04

Bom, depois de todo o rebuliço que foi o episódio passado, Shelter realmente foi uma daqueles clássicos episódios de transição, nos preparando para algo “bem maior.” Mas nem por isso foi um episódio ruim não, dando a chance de alguns personagens que tinham pouca atenção, finalmente brilharem…

Esse personagem no caso é Sam, e ela arrasou minha gente. Certo que no episódio passado ela já estava mostrando que não era só a amiguinha confidente de Molly, só que dessa vez ela mostrou que veio para ficar e divar. Por isso fiquei mais preocupada com a chantagem de Sparks, do que com a ameaça de Yasumoto – que pelo jeito quer matar todo mundo.

Foi realmente cruel ameaçar o irmão, mas acho que nem isso fará Sam baixar a guarda, e gostei que mesmo assim Sparks mostrou que valoriza a moça, ou teria seguido as ordens do japa e despachado a médica. SIM, EU AMO SPARKS, e por enquanto, apesar de todas as chantagens, ele mostrou que gosta sim de Molly, e que não é frio como Yasumoto. Isso ficou claro para mim quando vi o jeito que ele olhou para a foto da família de Molly, não foi com raiva, foi com um “por que você fez isso?”, e isso só me deixa mais confusa quanto a quem está correto nessa situação, Molly fugindo para todos os lados, ou Sparks levando nossa protagonista.

Continua após a publicidade

Aliás, Molly minha filha, não tinha lugar melhor para se esconder? Aproveitador, mesquinho e mentiroso, o pai de Molly mostrou que realmente não é flor que se cheire, e nos fez entender porque a filha se afastou durante seis anos. A única parte boa em tudo isso foi vermos Ethan, o nosso humanóide favorito, brilhar mais uma vez. Sim, o avô percebeu logo que ele aprende rápido e usou o menino para ganhar no jogo, mas mesmo sendo um robô, Ethan já nós mostrou várias vezes que age como um humano, errando e acertando porque é assim que fazemos (John é o melhor programador ever). E adorei a lição que o menino deu no avô, foi uma bela sambada. Mas estou preocupa com o que aconteceu depois. Eles desligaram Ethan? Como será que ele voltará agora? Espero que mais simpático e menos psicopata de pombos.

Falando em bichos, o cachorro do pai de Molly não curtiu ver ela novamente, e confio em cachorros hein, essa coisa da barriga é realmente assustadora. John nos mostrou pouco, mas aquele soco no guarda que, todo preconceituoso, não quis procurar Ethan, LAVOU A NOSSA ALMA.

Julie não apareceu (EBA), mas Yasumoto, que não tinha aparecido no episódio passado, ocupou a nossa tela por bastante tempo, mostrando sua frieza que não é surpresa, mas assusta. O que ele quer com aquele meteoro? E aqueles russos gente, como assim? O que exatamente ele quer? Acredito que agora teremos algumas respostas como tá difícil entender.

Já Molly deu pena no final, toda zonza e entrando exatamente na sala de cirurgia, diminuindo o trabalho do pessoal e se encaminhando pra lá sozinha, facilitou né. Fiquei “ai coitada”, mas logo depois soltei um “finalmente.” Por favor, abre essa barriga aí porque já não aguentamos de curiosidade, o que tem aí dentro? E qual foi o resultado do teste de DNA que John fez e Sparks achou? Ansiosa para o próximo episódio, e vocês?

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=lMCyb-sUCJ0[/youtube]

Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

No comments

Add yours