Faking It – 2×13 – Future Tense

fakingit213
Imagem: Entertaiment Weekly/Divulgação

 

Continua após publicidade

Um episódio voltado para Amy. Esse foi Future Tense. Pressionada por Reagan a fazer sua opção sexual e a viajar com ela no verão, a menina se vê entre a cruz e a espada já que quer ir com Karma para o curso na faculdade dos sonhos das duas. Pelo visto, maturidade não é algo que podemos dizer da, agora ex, namorada, que não consegue entender que, sim, Amy sempre sonhou em ir para a faculdade e que talvez ela ainda esteja confusa com a sua sexualidade. O fato dela realmente gostar de Reagan parece não entrar na balança. O que abre a discussão para: qual a necessidade de classificar as coisas?

Continua após a publicidade

Enquanto Karma tenta mostrar à melhor amiga que ela não pode se perder para não perder a namorada, Lauren finalmente perdoa Theo. Ouvimos um coro de aleluia? Sim! Os dois formam um casal fofo. Porém, o mais marcante da história da loirinha nesse episódio foi que, apesar de ser a mais determinada e cheia de talentos da escola, o fato de ter a “peculiaridade” de ser intersexual foi o motivo dela ter mais chances que os outros de conquistar um lugar no curso de verão da faculdade. O que nos mostra um outro lado do preconceito. É legal a política de diversidade, porém não é inclusão se o motivo da escolha for somente esse. Ignorar tudo que a menina construiu com seus talentos e focar só nesse fato irrelevante não passa de preconceito. E esse é o legal de Faking It. Tratar assuntos como esse com a leveza e com a normalidade que devem ser tratados.

Continua após publicidade
fakingit2132
Imagem: Fernanda Azevedo/ Arquivo Pessoal

Outro clichê enfrentado neste episódio foi quando Shane assume que não quer ficar com mais ninguém além de Duke. O menino, que falava que monogamia era para heterossexuais, acabou dando o braço a torcer e percebendo que está apaixonado. Infelizmente, há anos homens homossexuais são julgados como pessoas que não conseguem ter relacionamentos sérios. Faking It, mais uma vez, está tentando nos mostrar todos os conceitos errados que a sociedade tem e lutando para que eles acabem.

Uma história que teve pouca ênfase, mas que também teve sua importância, foi a tentativa de Liam conhecer seu verdadeiro pai. Além da frustração de não ser verdade, o menino ainda descobriu que o homem que estava tentando lhe dar a chance de estudar artes, na verdade, só estava fazendo por interesse. Cada vez mais, vão construindo uma profundidade em Liam que eu espero criar um personagem interessante, no fim das contas.

Continua após publicidade

Gostei do final do episódio, quando Amy escolhe estar com Karma e esta opta por ficar dando força à amiga, ao invés de estar com Liam. Independente de romances, as duas continuam sendo as amigas do começo, que consideram a amizade entre as duas mais importante que qualquer coisa.