Family Law: nova série jurídica estreia na TV do Brasil

Drama jurídico é a nova atração do Universal TV.

Family Law série estreia

O Universal TV estreia, no dia 19 de outubro, às 23h, uma série inédita no Brasil em sua grade de programação, o drama jurídico “Family Law”. O canal confirmou também que haverá uma pré-estreia exclusiva, com exibição do primeiro episódio, no dia 13/10, no Universal+, plataforma de conteúdo On Demand da NBCUniversal Brasil. A plataforma está disponível dentro dos serviços Globoplay + Canais ao vivo e Canais Globo.

Continua após publicidade

A ficção acompanha a história de Abigail Bianchi (Jewel Staite), uma advogada alcóolatra, em processo de recuperação. Ela é forçada a trabalhar na empresa de advocacia do pai, Harry Svensson (Victor Garber), enquanto tenta estabelecer um relacionamento com os irmãos, Daniel Svensson (Zach Smadu) e Lucy Svensson (Genelle Williams), que acaba de conhecer.

Continua após a publicidade

No episódio de estreia, após quase ser dispensada, Abigail projeta seus problemas pessoais e familiares em uma cliente. Esta, que é mãe de uma menina de 13 anos, a convencendo a processar seu doador de esperma, para conseguir pensão alimentícia retroativa.

Continua após publicidade
Family Law série
Imagem: Divulgação.

Estrelas de Family Law comentaram processo de gravação e química na TV

Em uma recente entrevista, Victor Garber revelou ao The Star que acabou não conseguindo fazer um “teste de cena” com seus filhos na série. Dessa forma, só conseguiu os encontrar quando começaram a gravar Family Law. Mas, felizmente, a química pareceu instântanea.

“O milagre da química, ou acontece ou não … Não consideramos isso garantido”, disse Garber durante uma ligação da Zoom. “É um presente estar com todas essas pessoas.”

Continua após publicidade

Garber, 72, é claramente o nome mais famoso do drama comédia. Se você assiste TV ou filmes, certamente você o já viu em alguma coisa.

Pode ter sido “Alias”, como o pai do personagem espião de Jennifer Garner. Ou em séries de super-heróis “The Flash” e “Legends of Tomorrow” como o físico Martin Stein. Ou talvez você o tenha visto nos filmes vencedores do Oscar “Titanic”, como o arquiteto naval Thomas Andrews. Bem como em “Argo”, como o embaixador canadense Ken Taylor. E isso é uma fração de seus créditos em ambos os lados da fronteira.

Parece um grande elogio, então, quando Garber, nascido em Londres, diz que Family Law é uma das melhores experiências que ele teve como ator.

Family Law
Imagem: Divulgação.

Trama envolvente em Family Law

Harry Svensson, personagem de Garber, é um advogado de família bem-sucedido em Vancouver, e tem três filhos com três esposas diferentes. Ele deixou a mãe de Abigail (Lauren Holly) quando Abby tinha sete anos por sua segunda esposa, que estava grávida de Daniel (Smadu). Ele, então, a deixou pela mãe de Lucy (Williams), que morreu quando Lucy tinha oito anos, deixando Harry para criá-la.

Daniel e Lucy trabalham para Harry como advogado e psicólogo, respectivamente. Abigail, também advogada e alcoólatra em recuperação, relutantemente se junta a eles depois que um acidente no tribunal que virou um vídeo viral no YouTube a fez ser suspensa. Dessa forma, seu pai tem o único escritório de advocacia capaz de contratá-la. 

Seu pai distante e meio-irmãos estão tão relutantes em tê-la quanto Abby está em estar lá, mas ela é uma advogada eficiente e intuitiva. Embora nem sempre tão focada em ganhar dinheiro quanto seu pai gostaria.

“Abby definitivamente puxou ao pai dela, quer ela vá admitir isso ou não”, disse Staite durante a entrevista. Ambos rudes ao ponto de ofender, “Harry e Abby apenas mostram a verdade das coisas um pouco mais frequentemente do que algumas pessoas fazem.

“Todos neste show são falhos”, acrescentou ela. “Há muitas coisas sobre Daniel que podem ser consideradas desagradáveis. Ou mesmo Lucy, nos episódios posteriores da 1ª temporada, você descobre muitas coisas sobre Lucy que não são muito favoráveis. Mas é tudo sobre mostrar às pessoas quem elas realmente são. E, em seguida, fazer com que aprendam como superar essas lutas.”

“Existem muito poucos dramas sobre pessoas legais”, observou Garber. “Essa é a definição de drama… é sobre pessoas que têm falhas e por que você gostaria de assistir a mais alguma coisa?”

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.