Filhas de Eva: Globoplay lança nova série que vai conquistar público

Filhas de Eva série Globoplay

Filhas de Eva estreia no dia 08 de março no Globoplay

O Globoplay traz um presente no dia da Mulher ao lançar Filhas de Eva, nova série original da plataforma. À convite do streaming, nós assistimos ao primeiro episódio da série que estreia no dia 08 de março e, ainda, conversamos com as estrelas, Renata Sorrah, Giovanna Antonelli e Vanessa Giacomo, sobre o que esperar da produção.

Continua após publicidade

A trama apresenta os sonhos, os conflitos e os desejos de três mulheres em diferentes fases de vida. Stella (Renata Sorrah), Lívia (Giovanna Antonelli) e Cléo (Vanessa Giácomo) são as protagonistas deste drama leve, com pinceladas de humor cotidiano, que levanta reflexões comuns a todos: “se você pudesse, o que gostaria de mudar na sua vida? E o que te impede? Quem está, de fato, disposto e aberto às mudanças?”.

Continua após a publicidade

Cotidiano de um casal não feliz

No primeiro episódio, a trama apresenta as três protagonistas de forma igual. Stella, está comemorando 50 anos de casada – mas resolve se rebelar, no meio da festa, ao pedir o divórcio pro marido. O motivo? Se deu conta de que perdeu a essência de quem era ela, ao longo dos anos, em parte por ter se doado à uma relação que não lhe retribuiu seu esforço.

Continua após publicidade

Lívia, filha de Stella, é uma psicóloga de casais, que acaba vivendo um casamento extremamente tóxico, sem ela nem menos perceber. O marido, também terapeuta, acaba ofuscando seu brilho e, na verdade, é um tremendo mulherengo. Ao ver a mãe pedir o divórcio, acaba desmoronando – afinal, ela se espelhou na mãe para construir a própria relação.

Já Cleo, cai de paraquedas na vida dessas duas mulheres. Ela vai entregar o bolo da festa, após um acaso do destino. Mas o futuro tinha algo preparado para elas, e a conexão entre as três mostrará que nunca tarde é para recomeçar.

Continua após publicidade
Lívia (Giovanna Antonelli) Stella (Renata Sorrah) e Cléo (Vanessa Giácomo) são as protagonistas de Filhas de Eva. Imagem: Divulgação.

Forte mensagem feminina

Filhas de Eva vai estrear no Globoplay num dia super simbólico – o dia da mulher. E a mensagem que a série quer passar para o público é justamente sobre a força que a mulher possui, e a necessidade de ter voz em todas as relações. Seja ela pessoal ou profissional.

Em um papo super descontraído, as estrelas da série, Renata Sorrah, Giovanna Antonelli e Vanessa Giacomo, conversaram com a imprensa, para lançar a série. E o Mix de Séries esteve presente.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Quando questionadas sobre as mensagens que suas personagens pretendem passar, elas foram bem diretas ao levantarem a bandeira feminina.

Renata Sorrah destacou que o que a sua personagem passa, aos 70 anos, incentiva, na verdade, a busca pela felicidade.

“É muito forte, a situação que ela passa, ela diz ‘não’ para infelicidade. Ela tem coragem de buscar a felicidade, na idade que ela tem. Ela se pergunta, o que eu quero, quem sou eu, depois de tantos anos?”. 

Vanessa Giacomo ressaltou que “acha que Cleo é a personagem mais perdida na vida. E que ela reflete isso nas atitudes. A personagem é humanizada, erra muito, tem uma dependência emocional, pra achar que precisa de alguém pra ser feliz.”, e isso vai impactar muitas pessoas que certamente têm o mesmo pensamento.

Já a atriz Giovanna Antonelli expressou que a relação da sua personagem com o marido “é completamente inverso, do que ela tenta resolver para as pessoas. Cheia de amarras emocionais, vive de ilusões.”

Mas ambas enfatizaram que as coisas que deram errado na vida delas, serviram pra mudar algo para o positivo.

Vozes femininas

Mas Filhas de Eva está ali para demonstrar a luta das mulheres por seu lugar de fala. E servir de inspiração para que muitas, na vida real, façam o mesmo.

“Por que de repente ela faz isso?”, questionou Sorrah ao destacar a independência que sua personagem luta. E logo respondeu. “Porque existem vozes femininas ativas, que falam coisas que chegaram até ela. Se fosse há 30 anos, ela teria continuado no casamento. Mas hoje em dia, ela teve acesso a vozes livres de mulheres que estão buscando a felicidade. As mulheres estão repensando o tempo inteiro”.

Antonelli completou. “No fundo, elas não se conheciam emocionalmente, e elas vão despertando a busca uma da outra, e existem muitas mulheres que viveram o que elas vivem. As mulheres [que assistirem] vão se identificar, porque são histórias cotidianas”.

Elas também apontaram que a sororidade, expressão que ganhou força nos últimos anos, se torna o pano de fundo principal para contar essas histórias.

Da mesma forma, as atrizes destacaram que esperam que as mensagens da série também cheguem aos homens, que necessitam entender o espaço que a mulher precisa para se expressar, ter sua voz e, ainda, ser respeitada.

O público, certamente, pode esperar bastante drama. Mas Vanessa Giacomo ressaltou que a série aborda dramas importantes passeando pelo tom do humor, então é importante destacar a leveza que a série leva ao público. Principalmente em um momento como esse.

Diante da pandemia

Na entrevista, eles comentaram também sobre como é necessário exaltar a classe artísticas em tempos como esses.

“Não paramos. Continuamos, com lives, gravei uma série “Diário de um Confinado”, mas senti falta de muita coisa. Sair, jantar, ir ao teatro e cinema. Mas também lemos muito, aprendemos muito”, disse Renata.

Vanessa Giacomo ressaltou a inquietude, e destacou que produziu e roteirizou um piloto – junto com Antonelli – e que elas apresentarão em breve.

Além disso, Giovanna destacou que é importante ressaltar que ainda estamos na pior parte da pandemia, e que não tem como não falar disso. “É importante se conscientizar. Estamos no pior momento, e eu ainda não consigo imaginar as coisas voltando ao normal”, expressou.

Renata Sorrah também destacou que “é incrível a rapidez que fizeram a vacina, e isso mostra o avanço da ciência”, refletindo também o aprendizado que todos nós passamos.

E então, animados para a nova série do Globoplay? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.