Final de Lucifer criou um grande problema para a série

Final de Lucifer deixa algumas perguntas sem respostas e cria problema para a série

Lucifer
Continua após publicidade

Lucifer terminou com Lucifer Morningstar (Tom Ellis) se tornando o terapeuta do Inferno, mas isso deixa o destino de seu irmão gêmeo malvado Michael (também interpretado por Tom Ellis) como uma questão sem resposta. Michael foi o principal antagonista da 5ª temporada da série, mas na 6ª temporada, o Diabo está principalmente preocupado em conhecer sua filha distante, que viaja no tempo, Rory Morningstar (Brianna Hildebrand), e resolver o mistério de por que ele desapareceu de sua vida.

Continua após publicidade

Michael era o pior dos inimigos de Lucifer e quase alcançou seu objetivo de se tornar Deus na 5ª temporada. Inicialmente se passando por Diabo, Michael semeou a discórdia dentro do círculo interno de Lucifer e não apenas sequestrou Chloe Decker, mas também manipulou Dan Espinoza (Kevin Alejandro) a atirar em Lucifer depois de revelar que ele é o Diabo. Michael ficou nas sombras quando Deus (Dennis Haysbert) veio à Terra em forma mortal, mas foi para que o arcanjo distorcido pudesse reunir apoio no Céu para sua oferta de se tornar o novo Deus. 

Lucifer e Miguel lideraram facções opostas em uma guerra pelo trono de Deus. Michael, então, matou Chloe, o que forçou Lucifer a ir para o céu para trazer sua amada detetive de volta à vida. No final das contas, o Diabo triunfou e ganhou o direito de se tornar Deus (embora Lucifer não tenha feito isso). Lucifer cortou as asas de Michael como punição por toda a tristeza que seu irmão idêntico infligiu.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Se até Lucifer tem redenção, os inimigos não teriam?

A sexta temporada de Lúcifer revelou que o humilde e sem asas Michael foi banido para o Inferno e que sua condenação o deixou impotente e limpando as sarjetas do submundo. Rory viu brevemente seu tio no Inferno, mas parou de falar com ele sobre como destruir Lucifer. Mas no final da 6ª temporada, Rory e Lúcifer se reconciliaram e o Diabo descobriu que ele abandonou sua filha por toda a vida porque escolheu retornar ao Inferno e se tornar o terapeuta do submundo. Em vez de se tornar Deus, um destino abraçado por Amenadiel (D.B. Woodside), Lucifer escolheu fazer pelos malditos o que a Dra. Linda Martin (Rachael Harris) fez por ele e ajudar todos a quebrar seus loops do Inferno para que pudessem entrar no Paraíso. Mas isso também significa que, em algum ponto, Michael também teria que se encontrar no sofá de Lucifer.

Para cumprir seu destino autoproclamado, Lucifer (e Chloe, que se juntou a ele como parceira do Diabo no Inferno depois que ela morreu) terá que oferecer a Michael o mesmo conselho que ele está dando ao resto das almas condenadas. Isso significa que Lucifer terá que não apenas enfrentar Michael mais uma vez, mas mostrar a seu gêmeo do mal mais paciência e compreensão do que ele jamais foi capaz de reunir antes. Alternativamente, Michael deixou de ser um vilão após sua derrota, humilhação e penitência no Inferno?

Continua após publicidade
Lucifer Final
Imagem: Divulgação.

Os irmãos poderiam se reconciliar?

Lucifer e Michael têm sido como óleo e água desde o início dos tempos. Lucifer pode ou não oferecer a Michael um conselho eficaz para quebrar seu ciclo do Inferno para que Michael possa ir para o Céu. Este seria o maior teste para as habilidades de Lucifer como terapeuta. Mas o fato de que Lucifer terá que lidar com Michael novamente também mostra como Lucifer, normalmente, não pensou em sua escolha de se tornar o terapeuta do Inferno. 

Continua após publicidade

Como acontece com a maioria das escolhas do Diabo, Lucifer tomou uma decisão impulsiva. Muito embora fosse por amor a Rory e para proteger a linha do tempo de sua filha. Se Michael realmente mudou, e se o Diabo pode realmente ajudar seu irmão gêmeo, caberia a Lucifer enviar Michael de volta para o céu. Apenas para que ele se tornasse o problema de Amenadiel como Deus se Michael voltasse aos seus caminhos nefastos.

Continua após publicidade
Lucifer series canceladas 2021

Grandes perguntas ficam abertas e talvez nunca saibamos o que acontece

Infelizmente, uma vez que Lucifer terminou definitivamente no Netflix, a questão de saber se Michael pode mudar e voltar para o céu não será respondida. A menos que haja algum tipo de continuação da história. Michael basicamente se tornou uma reflexão tardia depois que ele foi tão proeminente na 5ª temporada. Ele foi visto apenas brevemente por trás (e aparentemente não foi interpretado por Tom Ellis) na 6ª temporada. 

Continua após publicidade

A decisão de Lucifer de retornar ao Inferno e salvar todas as almas condenadas foi um final nobre para ele. Alimentado pela crença de que “se o diabo pode ser redimido, então qualquer um pode”. Mas, infelizmente, os fãs nunca saberão se a redenção de Michael acontecerá e como Lucifer salvará seu irmão gêmeo do mal.

Continua após publicidade