Friends e a inexistente possibilidade de um novo projeto

 

Friends-HQ-Wallpaper-friends-10842119-1280-720

Nenhum ser humano gosta de ter sua atração finalizada, seja ela por qualquer motivo. Venhamos e convenhamos: fazer com que uma série tenha um final digno, independente do tempo que esta permaneça em exibição, é para poucos. Se séries “novas” finalizam sem agradar ao público, o que dizer de uma série que tem uma década na TV? É normal ver a originalidade, a essência dos personagens, o distanciamento que a série pode ter nesse caminho, mas não impossível. E tanto é possível que Kauffman e Crane, entre tantos outros autores, conseguiram fazer essa “proeza” e mais: continuam aumentando o número de fãs de Friends, não esquecendo dos que já viram ao show e continuam revendo sem parar.

Próximo ao vigésimo aniversário da série,  a pergunta do século vem à tona: será possível algum filme, ou temporada especial, da atração? Vários são os pontos de vistas que podem ser considerados em uma decisão como essa, mas vamos ficar nos principais. Antes de qualquer coisa é bom esclarecer que: NÃO HAVERÁ NENHUM FILME OU TEMPORADA ESPECIAL DA SÉRIE. Digo, até o momento NÃO HÁ nada programado. Oremos para que mude.

Continua após a publicidade

Fonte - httpvejasp.abril.com.brblogspop20140423principe-george-rabugento-vira-piada-no-site-baby-george-te-despreza
Príncipe George não curtiu essa ideia. Fonte: Veja

Sabemos que no atual mundo televisivo, e isso inclui o cinematográfico, que há uma grande “facilidade” entre trocas de “experiências”, vulgo crossover, entre os meios. E temos exemplos de atrações que começaram em um e terminaram em outro, ou vice-versa: Veronica Mars, Missão Impossível, As Panteras, Sex and the City, entre outras. Okay, sabemos que algumas o filme vem fazer o que as emissoras não deixaram a série fazer, dar um fim digno à história. Mas muitas vezes é possível que o filme venha a trazer algo novo na vida daqueles personagens que já conhecemos, sem comprometer a história original. No caso de Friends, independente se for um filme ou uma temporada especial, sabemos que esse será o foco: trazer de volta aqueles seis amigos, iniciar uma “nova história” e terminar a mesma, sem comprometer o digníssimo fim que a produção da NBC teve.

Novamente entra a questão do impossível, mas digo uma coisa: se dois autores conseguiram deixar uma série por um década na NBC (MINHA GENTE É NBC!) e terminar a história, será que eles não tem a capacidade de criar uma nova situação para os personagens? Oh come on, sabemos que sim!

Dito isso, vamos ao ponto crítico: a afirmação da autora que a série não retorna devido a época. Como assim? Kauffman já disse em entrevistas que Friends se passava em uma época em que a relação de amizade era diferente da familiar, ou algo do tipo.

 

friends 02

 

De tudo que ela diz, no que toca a essa afirmação, é que amigos não podem ser amigos quando formam uma família. É estranho, é uma desculpa plausível, mas que pode ser ignorada. Como assim? Segue o raciocínio:

  • Lembram quando Monica e Chandler voltam da lua de mel e começam a falar de um casal que conheceram? Isso é normal: pessoas casadas, normalmente, formam laços de amizades com outros casais. Compartilhar experiências, as dificuldades no casamento, etc. Vimos que Phoebe e Joey ficaram, na época, de lado por um momento, mas voltaram ao normal;
  • Lembram do episódio “Aquele do Jantar de Aniversário de Phoebe” em que Ross e Rachel se atrasam por causa de Emma e outras situações e Monica e Chandler estavam discutindo? Mais uma vez Phoebe e Joey são “postos” de lado por motivos familiares, mas os quatro se tocam e corrigem suas ações.

O que quero dizer é: na época em que a série passava conciliar família e amigos era difícil, na verdade ainda é. Mas se passaram 10 anos. Uma família já está mais “estabilizada”, os filhos estão maiores, a possibilidade de um reencontro é bem maior. Não digo que seja fácil fazer essa conciliação, o que não deve ser. Mas, após tanto tempo, uma amizade como aquela pode ser desfeita? Sem chances!

Outro ponto de destaque, sem ser os autores, são os atores. Vários já afirmaram que é quase impossível reunir os seis juntos devido à seus projetos pessoais. Isso sim é um argumento forte, mas não impossível. Creio que a produção de qualquer atração, seja na tv ou cinema, não ocorre de uma hora para outra. Há todo um planejamento e tudo isso leva tempo, não acontece de uma hora para outra. Sejamos sensatos: não é possível que se a NBC, a Warner e os autores entrem em acordo de um novo projeto para o show, os atores vão recusar? Vai levar tempo para os seis conciliarem as agendas, mas uma hora vai acontecer.

Enquanto tudo isso não ocorre, fico chorando com esses reencontros inusitados:

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YWJ1QByo5OQ[/youtube]

 

E como citei a NBC e a Warner: vocês sabiam que anualmente, EU DISSE ANUALMENTE, as duas procuram os autores para saber se há a possibilidade de naquele ano ter um novo projeto, certo? Se não, é mais um motivo para pirar!

Dito isso, partiu campanha para a reunion #QueroUmNovoProjetoDeFriends #10YearsWithoutFriends #20YearsOfFriends

Avatar

6 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 15 julho, 2014 at 11:16 Responder

    Tenho medo de um filme de Friends por N razões. Não consigo imaginar Joey dez anos mais velho com aquele mesmo caráter, e detestaria ver ele diferente. Tenho medo de descobrir que Ross e Rachel se separaram no meio do caminho – prefiro imaginar que eles tenham ficado juntos definitivamente… Sei lá. Tenho medo do que poderiam mexer naquele final. Prefiro que eles fiquem lá. Como acabou!

    • Avatar
      Alex Sousa 15 julho, 2014 at 11:35 Responder

      Entendo, em parte, o receio de algo assim. Realmente, trabalhar com algo que tem um final digno pode, e muito, ter resultados catastróficos. Mas 10 anos se passaram e é necessário uma mudança no estilo dos personagens, se vier a ter algo. Séria ótimo, de minha parte, ver um Joey mudado, mais maduro; um relacionamento mais estabilizado entre Rachel e Ross, após tantas brigas e separações. Sei lá, mas acho que poderia ser algo positivo.

  2. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 15 julho, 2014 at 11:16 Responder

    Tenho medo de um filme de Friends por N razões. Não consigo imaginar Joey dez anos mais velho com aquele mesmo caráter, e detestaria ver ele diferente. Tenho medo de descobrir que Ross e Rachel se separaram no meio do caminho – prefiro imaginar que eles tenham ficado juntos definitivamente… Sei lá. Tenho medo do que poderiam mexer naquele final. Prefiro que eles fiquem lá. Como acabou!

    • Avatar
      Alex Sousa 15 julho, 2014 at 11:35 Responder

      Entendo, em parte, o receio de algo assim. Realmente, trabalhar com algo que tem um final digno pode, e muito, ter resultados catastróficos. Mas 10 anos se passaram e é necessário uma mudança no estilo dos personagens, se vier a ter algo. Séria ótimo, de minha parte, ver um Joey mudado, mais maduro; um relacionamento mais estabilizado entre Rachel e Ross, após tantas brigas e separações. Sei lá, mas acho que poderia ser algo positivo.

  3. Avatar
    Tainara Hijaz 15 julho, 2014 at 13:11 Responder

    Eu concordo com a Narciso, deixe como está porque se mexer estraga e acho que ninguém quer acabar com o legado de uma das melhores séries da história e muito menos eu quero ver minha série preferida ser estragada de alguma forma. Tudo tem que acabar e eu estou conformada com isso. Apesar da curiosidade por um eventual filme, prefiro que não aconteça, já que as expectativas estariam altíssimas e a chance de decepcionar maior ainda. Fica como está que está perfeito. ;D

  4. Avatar
    Tainara Hijaz 15 julho, 2014 at 13:11 Responder

    Eu concordo com a Narciso, deixe como está porque se mexer estraga e acho que ninguém quer acabar com o legado de uma das melhores séries da história e muito menos eu quero ver minha série preferida ser estragada de alguma forma. Tudo tem que acabar e eu estou conformada com isso. Apesar da curiosidade por um eventual filme, prefiro que não aconteça, já que as expectativas estariam altíssimas e a chance de decepcionar maior ainda. Fica como está que está perfeito. ;D

Post a new comment