Fuller House – 2×02 – Mom Interference

Imagem: Netflix/Reprodução
Imagem: Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

 

Continua após publicidade

Passada a euforia da premiere, Fuller House veio com um ótimo segundo episódio da temporada, em que DJ e Jackson foram os destaques da história, juntos e separados. Não conformado ainda de ter sido colocado na friendzone, o garoto ainda não desistiu de Lola, e isso é algo de se admirar, por conta de sua persistência. E para chamar a atenção dela, o personagem decidiu então se inscrever no time de futebol americano, mas é claro que sua mãe não viu isso com bons olhos. Não demorou muito para mãe e filho entrarem em conflito, e não vou negar, gostei muito, para dar mais emoção ao plot.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, Fernando continua ganhando seu espaço na casa das moças, e conquistando a confiança principalmente de DJ. Só que nem todo mundo ainda está totalmente de acordo com ele morando por lá, ninguém menos que Max. O personagem ainda não aceita a ideia, e finalmente ele voltou a ser aquela criança que nos conquistou no começo do ano. Seus momentos de implicância foram incríveis, e eu adorei sua postura de tentar bancar o durão, quando o pai de Ramona lhe ofereceu bacon.

Continua após publicidade

DJ decidiu promover uma noite de jogos entre os adultos. Era evidente que a história daria pano pra manga, e foi dito e feito. Primeiro, eu não entendi como ela, apesar dos últimos acontecimentos, ainda insiste em ficar próxima de Matt. Tudo bem que eles trabalham juntos, mas contar, por exemplo, sobre o lance do Jackson querer jogar futebol e também de chamá-lo para a noite de entretenimento. O que ele fez? Obviamente já chamou a insuportável da namoradinha para ir junto, e como não suporto a tal da “Crystal”. Nada o suficiente, o veterinário ainda chamou Stevie e CJ, essa pelo menos já gosto um pouco por ser uma cópia exata da nossa protagonista.

A noite dos jogos foi algo épico, por conta dos inúmeros acontecimentos que rolaram. Apesar de não suportar Crystal, eu amei que ela quis levar um companheiro para DJ. O que eu não esperava é que tal rapaz fosse ninguém menos que o avô dela, e quando isso foi revelado eu não conseguia parar de rir, sério mesmo. Eu não sabia o que era melhor, a reação da protagonista em descobrir isso ou tiração de sarro de Stephanie. No meio disso tudo, algo já começou a se passar na minha cabeça, de que em primeiro instante é capaz de DJ escolher Matt. Por mais que eu seja eternamente #TeamStevie, era nítido a química que ele tinha com CJ. Só que nada se comparou a Jimmy e Stephanie, estou amando a forma como Stephimmy está nascendo, e já reservei até a data do casório deles na minha agenda, para não marcar nada no dia.

Continua após publicidade

Nessa bagunça toda, o avô de Crystal se apresentando toda hora, e fazendo DJ se achar mais velha ainda foi formidável. O melhor disso tudo foi ela percebendo que já estava tão ferrada, que se rendeu ao momento, e foi outra hora que ri demais. Enquanto isso Lola deu outro chacoalhão em Jackson, mas parece que o garoto ainda assim vai persistir em sua crush. Só que, apesar dele gostar da garota, será que sou apenas eu que ainda acho que em algum momento o personagem possa ter algo com Ramona? Isso só o tempo irá dizer…

PS: Todo mundo chorando no final com Tommy cortando o cabelo pela primeira vez achei um pouquinho forçado, mas curti mesmo assim.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!