Fuller House – 2×05 – Doggy Daddy

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

Mais um dia típico na casa dos Fuller, Tanner e Gibbler, com diversos acontecimentos simultâneos. Me identifiquei com Stephanie, que só queria um dia de descanso e não ter nada para fazer, mas que aparece alguém mudando totalmente tais planos. Se fosse apenas um fator, até aí tudo bem, mas foram três. Agora me diz, como ela vai ler a biografia da Ariana Grande? Quando ela mostrou esse livro, simplesmente não me aguentei aqui de tanto rir.

Max, como sempre, surpreendeu, ao querer cuidar de galinhas. O melhor disso tudo foi o nome dado a cada uma: Danny, Joey, Jesse, além da perdida Becky, que achou o caminho de casa. Na hora que a quarta ave chega na casa, já não conseguia mais parar de gargalhar aqui. E foi a partir disso que a história toda se desenrolou, e digo uma coisa para vocês, meus amigos, quem diria que esses indefesos animais seriam responsáveis por um dos maiores plot twists da série?

Tudo começou com Max deixando Cosmo meio de lado para cuidar de seus novos bichos, porém nesse descuido o cachorro acabou engolindo um sabugo de milho inteiro. Enquanto isso, DJ tentava fazer com que Tommy fizesse amizade com outros bebês da sua idade, e é nesse meio tempo que Matt e a insuportável da Crystal surgem na casa do nada e, coincidentemente nesse instante a dupla precisa salvar o animal. Não sei se vocês se lembram, mas na review do segundo episódio eu havia dito que talvez a escolha de nossa protagonista seria seu companheiro de trabalho, afinal de contas acabou rolando química entre Stevie e CJ, mas isso falarei melhor mais adiante.

Ramona também teve destaque por aqui, devido a sua audição de dança. Porém, foram seus pais o centro das atenções, em relação a esse plot. Cada vez mais Kimmy e Fernando se superam, e dessa vez não foi diferente com seus passos de dança, envergonhando completamente a filha. Deu para ver que a jovem tem dom para isso, e espero francamente que essa sua história ainda seja melhor abordada mais para frente.

Voltando para Max, tudo bem que o garoto vacilou com o que aconteceu em relação a Cosmo, mas não precisava se martirizar tanto assim, porque o que ele fez não foi na maldade. Só que partiu o coração vê-lo todo cabisbaixo com o que aconteceu ao cachorro e se culpando por isso, sério gente, são nesses momentos que tenho vontade de raptar essa criança e correr pra bem longe. O ocorrido também serviu para aproximá-lo ainda mais de Jackson, e o irmão mais velho lhe consolando foi um dos momentos de maior ternura do episódio.

Nada, mas nada mesmo, se supera em relação a DJ e Matt. Querendo ou não, o quarteto de galinhas, bem no começo de tudo, serviram para reaproximar os dois, pois se não fossem por elas nada dessa confusão toda teria acontecido. Finalmente o rapaz terminou com a falsiane, e eu bem gostei, assim fazendo com que ele e DJ se rendessem de vez à paixão, e Steph ganhando a aposta que fez com Kimmy. Continuarei sendo #TeamStevie, mas até que não achei de todo mal a reaproximação deles.

PS 1: Matt esquecendo Crystal na casa de DJ foi demais!

PS 2: Stephanie fazendo referência à sua própria intérprete, meio que indiretamente ao terminar de ler o livro sobre Ariana Grande, foi um dos seus melhores momentos no episódio.

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours