Game of Thrones – 4×01 – Two Swords

GoT-4x01

Imagem: HBO/Divulgação

Até que enfim chegou a tão esperada quarta temporada de GoT! Ansiedade e expectativa são as palavras certas para os viciados de plantão (como eu) até este momento. Vamos lá!

O primeiro episódio, ‘Two Swords’, começa e termina com cenas envolvendo espadas. No início, ao som de ‘Rains of Castamere’ (música que não traz boas lembranças, por sinal), a espada Gelo (aquela usada por Ned no episódio piloto para decapitar um desertor e também usada por sor Ilyn Payne para matar o próprio Ned Stark, posteriormente) é derretida para formar duas espadas.

Ao longo do episódio se percebe como alguns personagens mudaram, neste último ano. Arya está mais seca, sem piedade; ela amadureceu. Seca e descrente está também Cersei com Jaime (e acredito que vai continuar assim por um tempo). Jon Snow, agora está menos “bundão”, parece que sabe alguma coisa; e Cão de caça até parece mais simpático com Arya…

Game-of-Thrones-4x01

Imagem: HBO/Divulgação

Nesta nova temporada surge um personagem novo, Oberyn Martell, interpretado por Pedro Pascal, que já teve participaçõoes em séries como ‘The Mentalist’ e ‘Homeland’. O personagem já surge fazendo joguinhos políticos com Tyrion; a tensão no diálogo  entre os dois foi perfeita. Além disso, nota-se que para Oberyn não tem tempo ruim, pega tudo, na faca e na espada, fazendo justiça à sua fama de fanfarrão de Dorne. Mas ele não está em Porto Real a toa, está afim de vingança, e isso ele não esconde de ninguém (para o azar dos Lennisters).

Daenerys, nossa querida Dany, como sempre, segue reunindo forças para buscar o trono roubado de seu pai, Aerys II Targaryen, mas tendo que conviver com seus dragões adolescentes, bem mais rebeldes atualmente.

E o que se não pode falar mal de Game of Thrones é a produção. O que são aqueles dragões? Muito bem feitos e editados, produção cinematográfica mesmo!

Outra novidade, que não agradou muito, foi a troca do ator que interpreta Daarios Naharis. Eu, particulamente, até o momento prefiro o antigo Daarios (Ed Skrein), com mais personalidade e tals. Mas vamos dar mais um tempo para este novo Daarios, ele é um ótimo ator (Michael Huisman). Em geral, trocas de atores são bem estranhas, ainda mais estes dois sendo bem diferentes, mas acredito que Michael pode muito nos surpreender.

O ápice deste episódio foi a cena de Clegane e Arya, que iniciou sua vingança (Valar Morghulis) em grande estilo. Na útilma cena, Arya Stark parece feliz, pela primeira vez. Apesar das grandes perdas recentes, ela parece satisfeita naquele momento, recuperou sua espada, a Agulha, e de bônus, agora ela tem um cavalo.

E assim, foi a estréia, sem Bran, sem Stannis…todos eles ficaram para o episódio da próxima semana.

Muito bom episódio!

Obs.: Uma palavra sobre spoilers: Optei por não tratar de assuntos das obras de George Martin aqui, por vários motivos. Entre eles, porque muitos não leram os livros, ou ainda, estão lendo. Além disso, esta é uma review da série da HBO. Logo, seria melhor para o coleguinha, que você não postasse spoilers dos livros nos comentários, mas também não estamos policiando ninguém, é apenas um conselho. Leia por sua conta e risco! E, tente sempre manter em dia os episódios, os choques nesta temporada podem vir a qualquer momento!

Até semana que vem!

Paula Reis

Paula Reis

Advogada e concurseira de plantão, no Mix, é editora de reviews e colunas. É viciada em tudo sobre Game of Thrones e adora séries jurídicas.

4 comments

Add yours
  1. Avatar
    Douglas Couto 9 abril, 2014 at 19:15 Responder

    Eu não sou um super fã de GoT, aliás, eu odiei a série durante algum tempo kkkk mas agora estou disposto a gostar, a season 3 ajudou. Achei essa premiere bem boa comparada a das temporadas anteriores, gosto muito da Arya, foi fodástica aquela cena do fim. Parabéns pelo texto.

Post a new comment