A Garota da Moto – 1×03 – Avec Plaisir

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Quando disse que o segundo episódio foi mais para a história se encaixar, e eu não estava enganado. Não tiveram muitos acontecimentos relevantes, mas deu para notar a notória evolução em tudo, roteiro, atuação… enfim, do conjunto da obra. Porém, ele foi o bastante para finalmente os personagens mostraram seus reais intuitos na história.

O núcleo dos motoboys teve uma evolução incrível, e eles tiveram grande destaque por aqui. O plot do consultor foi o fio condutor para isso acontecer, e vamos ser sinceros, aquele personagem era um porre. Que cara insuportável! Gustavo começou a série já implicando com a Joana, e quando soube os dois se reencontraram foi um dos melhores momentos, e a tensão entre eles foi algo único, mas isso vou falar no decorrer da review.

Continua após a publicidade

Dona Laura mostrou nesse episódio ter muito mais mistérios do que eu imaginava, a começar pelo seu nome que não é esse. Pelo menos, no meio disso tudo, eu tive a certeza de que, por mais que ela e o advogado de Duda tenham pontos de vista diferentes em relação aos planos maquiavélicos de Bernarda, ambos querem deter o plano diabólico da vilã. Sabia que dava para confiar na personagem, mas ainda preciso de mais evidências para que isso seja plenamente.

Imagem: Twitter

Imagem: Twitter

Falando em Bernarda, agora sim a megera está colocando as garras pra fora, e mostrando que não está nenhum pouco para brincadeira. Definitivamente para ter a herança de seu falecido marido ela é capaz de ir até as últimas consequências, e a forma como ela manipula tudo é simplesmente espetacular. A maneira como ela conseguiu facilmente começar a corromper Dinho foi espetacular, mas ao mesmo tempo acho uma pena, pois o rapaz deixou a ganância falar mais alto, e isso me deixou extremamente preocupado. Afinal de contas, esse será a base para que a vida de Joana comece a ser um verdadeiro caos também em São Paulo.

Definitivamente, Reinaldo é o personagem mais desnecessário da série, pois não consigo gostar dele de forma alguma. O seu plot só foi bom por conta de Túlio, e esse por sua vez, já é um dos meus favoritos. O jeitão simples, malandro e ao mesmo tempo ingênuo, são os elementos  certos para sim, ele formar quem sabe, par com Joana. Vou ser sincero que até Val me cativou nesse episódio, a história da simpatia da cueca foi bacana, e rendeu momentos divertidos.

Joana sem dúvidas é uma protagonista sem igual, e eu adoro cada vez mais esse seu jeito independente, de atitude e sem levar desaforo algum para casa. Vou ser sincero que cheguei a shippar ela com Gustavo, mas depois lembrei do quanto o cara é um verdadeiro babaca. Ela algemando o empresário foi simplesmente o melhor momento do episódio, e apesar desse mico todo, não acredito que essa foi a última vez que vimos o rapaz.

A história está se equilibrando, e esse episódio em específico foi bom para dar uma leveza, pois assim na hora que os momentos de adrenalina virem, para ser de uma forma que chegue a explodir nossos neurônios. É claro que um ajuste ou outro ainda será necessário, mas depois dessa evolução em relação ao segundo episódio, acredito sim que isso possa acontecer, mesmo que não seja de forma total.

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours