A Garota da Moto – 1×04 – Sindicato do Crime

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

 

Se tem uma coisa que gosto de ver em A Garota da Moto, é a forma como eles abordam a realidade do trânsito de São Paulo. Infelizmente a guerra entre motoqueiros e motoristas é algo que está muito longe de chegar ao fim nessa caótica selva de pedra, mas o pior é como isso acaba ferindo muita gente. Achei bacana terem explorado isso logo de cara no episódio.

Definitivamente o núcleo dos motoboys pareceu finalmente ter encontrado o seu tom ideal, a cada dia que passa eles estão agindo com mais naturalidade, e já se tornando peças indispensáveis para a história. Pena que não posso dizer o mesmo em relação ao restaurante, totalmente dispensáveis, e muito ali é por conta do pai de Joana. Mas ainda bem que esse núcleo apareceu menos que o habitual.

Continua após a publicidade

Quando vi a prévia do episódio, com um misterioso carro indo para cima dos motoqueiros, eu jurava que fosse Bernarda já botando pra quebrar, mas não foi exatamente isso que aconteceu. A personagem vem preparando seu território aos poucos, e fico impressionado como Dinho mudou drasticamente desde que a vilã apareceu na sua vida. O lutador tinha jeito de ser uma pessoa de personalidade, mas vem se mostrando um verdadeiro banana, e altamente influenciável. Quando ele perceber a furada que está cometendo, já será tarde demais. E digo mais, aposto grande que a morte poderá ser seu destino.

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

O suspense prevaleceu alto, ainda mais quando Joana viu, após o atropelamento de mais um colega de profissão, um misterioso senhor tirando fotos na varanda de seu apartamento. Novamente pensei que tivesse o dedo da megera, mas no final das contas o velhote era apenas uma pessoa bisbilhoteira, que se tornou fio condutor para a solução do plot central.

Vou ser sincero que esperava algo mais revelador sobre a identidade do misterioso atropelador, mas no final das contas nada mais era que um dos dirigentes do sindicato. Falando dessa trama em específico, também fiquei de cara quando revelou que um dos chefões de lá é amigo de Val, e que o dinheiro que os dois personagens estava trocando, não passou de um favor pessoal. Ia ser bacana se tivessem abordado um pouco sobre a corrupção nesse ramo, como existe em qualquer outro.

PS1: Senti falta de Nico nesse episódio, mas por um lado foi até bom poupar a imagem do garoto.

PS2: Definitivamente Tulio é o melhor personagem dessa série, aceitem.

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours