A Garota da Moto – 1×18 – Alguém Quer Vingança

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

Continua após as recomendações

Desde que foi sequestrada por Dinho, parece que Joana foi colocada um pouco para escanteio. Isso porque no episódio de sexta-feira, a história em si não girou ao seu redor, mas com certeza muito do que foi apresentado aqui renderá bons fios condutores para tal.

Continua após a publicidade

Eu tinha achado genial o fato de Cida ter se disfarçado de enfermeira, e assim rendendo Bernarda. Agora parando para pensar e por conta de suas atitudes apresentadas, ela foi muito amadora, pois ficou claro que a personagem não é uma assassina, mas sofre de uma instabilidade emocional muito grande. Absolutamente que a vilã se aproveitaria disso para mexer com sua mente, e juro que isso me irritou de forma muito grande.

A minha vontade era de aparecer do nada, e simplesmente dizer a ela: “amiga, pare de ser burra!”. Obviamente que não deu outra, e Bernarda a convenceu que assinaria o tal termo assumindo culpa de ter assassinado Duda. Por um momento fiquei muito receoso, pois achei que então a ex governanta a soltaria, e que a megera se aproveitaria disso para matá-la, com a tal injeção letal. Mas de qualquer forma Cida acabou se ferrando, sendo presa por ter sido flagrada batendo na inimiga, com ela amarrada na cama. É claro que não daria outra, e a única pessoa capaz de tirá-la da cadeia será Joana.

Falando na nossa motogirl, achei bacana terem dado um momento de leveza para a personagem, e nada melhor que Liege na jogada. Gostei do tal almoço para a ricaça, assim como todo o entusiasmo de Jo para receber a amiga em sua casa. Mas é claro que algo sairia de controle, e ninguém menos que Fang, a misteriosa motoqueira que a atacou episódios atrás, ressurgiu. Por um momento não entendi absolutamente nada, só que direi mais dela no final da review.

O núcleo secundário começou até que bacana, com Val sendo invejosa ao extremo e mudando o visual, somente para chamar a atenção de Rei. Só que isso acabou ficando desgastante, pois ela e Pam começaram uma disputa totalmente desnecessária, e no final das contas a cozinheira acabou se saindo pior. Eu canso de falar que ela merece o troféu de trouxa do ano, porque olha…

O tal Embaixador nunca me desceu totalmente e achei muito rápido a forma como ele se aproximou de Liege, mas jamais pensei que ele houvesse ligação direta com Fang. Isso sim podemos chamar de uma surpresa e tanto, pois afinal de contas ele é um criminoso e só se aproximou da dondoca por dinheiro, além de ser avô do filho da motoqueira. No final, a personagem nem era uma vilã, e algo me diz que ainda não foi a última vez que a vimos. Por ter propósitos parecidos com o de Joana, senti que talvez uma parceria possa surgir entre as duas ainda mais pra frente, e sinceramente seria muito bom disso acontecer.

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours