Gotham – 1×22 – All Happy Families Are Alike [SEASON FINALE]

Gotham 1x22

 

Acabou-se a temporada. Vinte e dois episódios e chegamos ao desfecho do que podemos definir como uma temporada de altos e baixos. Gotham estreou na TV americana ano passado e mostrou que veio. Houve tropeços, claro, acertos também. E o que falar desta finale? Houve acertos ou erros?

Pois bem. O final temporada de Gotham focou-se puramente na guerra de gangsters. Falcone contra Maroni em uma briga que estourou por conta de Pinguim. Foi um riquíssimo plot. Jogado aqui e ali durante toda a temporada mas apagado entre episódios que tinham que preencher a barriga dos vinte e dois episódios. Um acerto de história, um erro de condução. Deveriam ter deixado para explorar melhor essa briga de gangues nos três episódios finais ao invés de apenas no último. A história do Ogro tomou um tempo que não deveria e por conta disso, acabou ofuscando uma história maior. Pena mesmo.

Continua após a publicidade

Gordon tomou partido de Falcone e tratou de defendê-lo por perceber que sem ele, Gotham City estaria arruinada. Meio difícil de engolir, por se tratar de um mafioso, mas não sei qual era a real intenção do policial. A guerra tinha de acabar, e apoiar o lado mais forte parecia ser a coisa correta a se fazer. Será mesmo? Entretanto, nenhum deles contavam com o retorno de Fish Mooney. Talvez nem nós. A personagem ficou completamente ignorada nos dois últimos episódios, levou um tiro ao escapar da prisão de Dollmaker e retornou com novo visual e toda punk, sem qualquer tipo de explicação. Ta aí, mais um furo de roteiro que poderiam ter trabalhado melhor.

E Maroni? Este se deu mal. Estava com a faca e o queijo na mão, mas acabou se ferrando por provocar demais Fish que lhe meteu uma bala na cabeça. Será que os produtores acertaram em matar o mafioso? O equilíbrio das ruas imundas de Gotham estava neste duelo entre as duas famílias. Fora que, Maroni deveria permanecer vivo até encontrar o Batman. Mudanças que podem fazer diferença mais a frente.

No final das contas o resumo é: Selina foi reduzida a uma mera capanga de Fish, acatando ordens e indo completamente contra a personalidade que moldaram durante toda a temporada; Falcone desistiu do seu império por motivos duvidosos; e Pinguim teve no combate final com Fish a sua tão esperada ascensão. Será que a vilã realmente morreu? Não sei. Mas agora, Pinguim é o rei de Gotham City. Será interessante ver tudo isso se desenvolver na segunda temporada. Pelo menos seu plano de subir na escada da máfia que estava sendo elaborado desde o piloto deu certo. Foi bacana ver isso se concretizar.

Já Edward Nygma deveria ter aparecido mais no episódio. Infelizmente, o personagem ficou reduzido a apenas uma cena para deixar bem claro que sua loucura será explorada no próximo ano. Se esta foi a temporada do Pinguim, sem dúvidas nenhuma a próxima será a do Charada.

Já Barbara Gordon, tomou tempo demais em tela para um plot completamente imbecil e desnecessário. O stress pós-traumático dela, levou a moça à ameaçar Leslie com uma faca, por puro ciúme de Gordon. A moça tinha acabado de perder os pais, mas na verdade, revela-se que ela os matou. Ok, transformaram-na em uma psicopata? É esta que será a mãe da Batgirl? Bizarro!

E quanto ao pequeno Bruce: finalmente ele encontrou a futura bat-caverna. De um jeito não tão convencional. Ele estava determinado a descobrir um segredo de seu pai e acabou encontrando uma passagem secreta. Um pouco diferente de quando Bruce cai num buraco, e passa a desenvolver sua fobia à morcegos. Será uma coisa a se explorar na próxima temporada?

Mediano. Esse pode ser o adjetivo escolhido para definir o final de temporada de Gotham. A promessa de melhora para um segundo ano fica no ar, mas os produtores perderem realmente algumas chances de fazerem a série soar melhor. Isso porque, devemos lembrar que “fã-service” não mantém audiência e muito menos renovação.

É isso companheiros, foi bom resenhar Gotham por esta temporada. Nos vemos em algum outro texto aqui no Mix de Séries. E setembro estamos de volta para o ano 2. Até lá!

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours