Gotham – 3×10 – Time Bomb

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

 

Falsas esperanças depositadas em um episódio que, mais uma vez, não nos levou a lugar algum. O décimo episódio desta temporada levou as expectativas deixadas na semana passada lá para baixo. Mas, pelo menos, a história começa a vislumbrar um ponto objetivo.

Na véspera do casamento de Lee e Mario, Carmine sofre um atentado e reascende seu poder da máfia com uma guerra de gangues em Gotham City. Claro que Jim não ficaria de fora da trama, e o incômodo sofrido por Mario ao ver o ex de sua noiva tendo que o proteger – principalmente ao descobrirem que o alvo na verdade era ele mesmo – foi interessante.

Continua após a publicidade

A história seguiu para um caminho previsível: Mario ficou suspeito de ter algum envolvimento criminoso, o que levou Jim a duvidar de suas atitudes e, até mesmo, beijar Lee, em um momento “eu nunca te esqueci”. Acontece que em Gotham as coisas acontecem um pouco aleatoriamente e, honestamente, fiquei procurando o gancho que apresentasse o momento em que Mario teria sido infectado com o sangue de Alice, se transformando em uma aberração como Barnes se transformou. Mas não encontrei essa conexão. Tornou-se mais uma daquelas histórias que transmite a ideia “Ok, no próximo episódio pode ficar melhor!”. Pois é, Gotham, a paciência depois de nove episódios está um pouco esgotada!

Na trama Oswald/Edward/Isabelle (ISABELLA, só para irritar Ed), vimos o Charada indo atrás de Butch e Tabitha. Para o vilão, Butch era certo como o autor da morte de sua amada. Porém, em um deslize cometido pelo projeto de gangster, ele descobriu que foi outra pessoa que cometeu o assassinato. Mas não a tempo de impedir Tabitha de perder sua mão. A cena de Barbara levando a mão dentro de um saco de gelo até o hospital foi até engraçada. Mas só… Ainda estou o buscando o propósito da trama de Edward/Oswald e estou com uma leva impressão que tudo isso dará em nada, como muitas histórias da série.

A trama que eu mais queria ver era a da Corte das Corujas, que voltou timidamente neste episódio. E, mais uma vez, o episódio ensaiou uma grande trama – que me empolgaria de verdade. Ver a Corte e Falcone lutando no submundo de Gotham City seria incrível. Até porque, a Corte está evidentemente associada ao assassinato dos pais de Bruce Wayne. Os produtores estão com a faca e o queijo na mão. Que tal cortar e saborearmos essa trama com suas devidas proporções?

Bat-Nota: Alguém notou o easter egg com a roupa da Mulher Gato que apareceu neste episódio?

Bat-Nota 2: A história de Ivy, infelizmente, se tornou mais uma das histórias sem propósito na série. Está chata e monótona.

Bat-Nota 3: Por favor, vamos focar nessa Corte das Corujas de uma vez por todas e tentar salvar o pouco que resta desta temporada?

Ficou para o episódio 11 esta tarefa. O tempo está correndo…

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2Rv5Chek2Dw[/youtube]

Tags Gotham
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours