Gotham – 3×18 – Light the Wick

Imagem: FOX/Divulgação
Imagem: FOX/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Um episódio que manteve o nível desta reta final.

Continua após a publicidade

Gotham vem presentando seus fãs com uma sequência incrível de acontecimentos e eu não poderia estar mais feliz de ver a série da forma como está. Até dá para esquecer de como foi sofrível o começo desta temporada!

Continua após publicidade

“Light the Wick” explorou um pouco mais do plano da Corte das Corujas em dizimar a população de Gotham City. Agora que Jim se infiltrou na organização, descobrimos através dele que a seita utilizará o vírus do sangue de Alice para transformar os cidadãos em aberrações e, assim, destruí-las. Claro que Jim não ficaria lá sem fazer nada por muito tempo, e acabou dando sopa sobre suas reais intenções. Porém, sua permanência dentro da Corte foi fundamental para a evolução da história e, desta forma, se conectar com todas as histórias da série. Isso foi incrível.

Oswald, por exemplo: Mesmo com sua vingança particular contra o Charada, acabou tendo de ir parar dentro da Corte, uma vez que Ed estava como prisioneiro por lá. Através de uma intimidação à Jim, o Pinguim agora é também um refém da Corte e não faz ideia dos planos da mesma. Ele finalmente reencontrou Nygma, mas ainda acho que os dois vão acabar se aliando novamente, frente à essa forte ameaça.

Continua após publicidade

Neste episódio também vimos mais da evolução de Bruce Wayne, que está em um local ainda não explicado na série – mas certamente no quartel de Ra’s Al Ghul. Acontece que todo esse treino que o garoto vem passando, além da libertação de seu medo ligado a morte dos pais, está ligado com a Corte. Tudo faz parte do plano para destruição de Gotham City e isso está bem interessante. Mais alguém está curioso para saber o propósito do envolvimento de Bruce? Estaria a Corte querendo usá-lo de alguma forma após acabarem com a cidade? Vamos aguardar…

Enquanto isso, pequenas tramas paralelas envolveram o episódio. Ivy e sua luta para trazer Selina de volta foi, de certa forma, um alívio cômico. Mas até que a garota consegui e ajudou na recuperação da nossa Cat, que ao acordar só tinha uma coisa em mente: matar o clone de Bruce. Miga, não vai precisar (#dik). Já o plot de Lee, coitada… Essa entrou em um buraco de amargura sem fim. E por estar completamente por fora de toda essa ação que está acontecendo com a Corte, ela está aí, vagando em uma história sem muito interesse. Ela pediu demissão da GCPD e não sabemos se ela irá embora de vez. Mas parece que nem o Gordon já tá aguentando essa ladainha dela. A gente entende!

A reta final do episódio lançou mão da história em que a Corte descobriu a traição de Gordon, que impediu o teste do vírus de Alice em algumas cobaias, cortesia do Dr. Hugo Strange que retornou neste episódio. Mas a coisa vai pegar mesmo é na semana que vem, agora que o Executor foi liberado e só tem uma missão em mente: matar Jim Gordon.

Se cuida, Jimbo…

[spacer height=”20px”]

 

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.