Gotham – 3×20 – Pretty Hate Machine

Imagem: FOX/Divulgação

Um episódio de tirar o fôlego e que preparou o terreno para uma season finale que promete.

Na semana passada, critiquei o fato de Lee injetar o vírus em si mesma, mas até que nesta semana tal propósito funcionou. Na corrida contra o tempo até a bomba da Corte das Corujas explodir, o episódio centrou-se na corrida para salvar Jim, que acabou ficando aprisionado em um caixão, enquanto a Dra. Thompkins apreciava o show. Foi interessante o plano dela, e que acabou dando certo: Jim injetou o vírus em si mesmo, uma vez que ele não foi encontrado pela GCPD e era a única forma dele sobreviver. Claro que há um antídoto para isso, e que deverá ser usado no próximo episódio em ambos – e aí mora a esperança deles voltarem a ficar juntos. O vírus ressaltou o amor da médica pelo nosso detetive, e mesmo de uma forma megalomaníaca, ambos notaram isso. Estamos na torcida.

Enquanto isso, na guerra entre Oswald e Edward, ambos ficaram empatados. O problema é que eles se acham espertos demais, e acham que estão sempre um passo a frente do inimigo. Mas a verdade é que eles andam juntos, uma vez que a mente criminosa deles parecem ter sido moldada com um mesmo objetivo. Ora o Pinguim estava em vantagem, ora o Charada… Mas alguém esperava essa aparição de Fish Mooney no final, “salvando a pele” de Oswald? Claro, ele escapou do Charada, mas provavelmente terá de enfrentar um problema ainda maior com Fish. Estou bem curioso para saber o que ela anda fazendo e qual será o destino dela em Gotham City. Pena que neste plot, Selina e Ivy foram jogadas aleatoriamente e serviram apenas como peão.

Já Bruce está completamente mudado. Após uma “lavagem cerebral” feito pelo tal sensei, “líder” da Corte das Corujas, ele retornou com o lema “Gotham deve cair”, e está disposto a culpar a cidade pela morte de seus pais. A limpeza que tanto a Corte queria era essa. Alfred ficou incrédulo com a situação do garoto. Aliás, achei a cena da morte dos membros da Corte um tanto forte, e a frieza de Bruce foi percebida nesta semana. Ele não se importou em ver tantas mortes, assim como ele parece não se importar com a destruição de Gotham City. Uma pena que ninguém conseguiu impedir a bomba de espalhar o vírus na cidade – nem mesmo Jim, que tá virado no capiroto.

O clímax do episódio foi bem interessante e tivemos, através do sensei de Bruce, a confirmação do envolvimento de Ra’s Al Ghul. “Procure a cabeça do demônio”, ele disse, em uma clara referência à um dos mais icônicos vilões de Batman.

Se estamos empolgados para essa season finale? Sim, muito!

 

Tags Gotham

Share this post

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.