Grey’s Anatomy – 10×23 /10×24 – Everything I Try to Do, Nothing Seems to Turn Out Right / Fear (of the Unknown)

Continua após publicidade

greys 10x24

Continua após publicidade

Adeus, Cristina Yang!

Ainda não acredito que Cristina Yang foi embora. Para mim, parece mentira. Não sei como será o seriado sem ela. E por mais que esses dois últimos episódios tenham sido sensacionais, ainda não consigo me despedir dessa cardiologista. Acredito que esses episódios finais só demostraram a falta que ela vai fazer. Cristina é alma do seriado; sua história com Mer é linda e uma amizade verdadeira; é ela quem arranca as melhores tiradas e é a única capaz de falar o que quiser sem ser julgada. Você fará muita falta, Cristina Yang.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Dito isso, vamos falar do que aconteceu nos últimos episódios dessa temporada. Começando por Bailey. A nazista mostrou o quão genial ela é. Mas as consequências de continuar um tratamento contra a vontade dos pais do paciente quase fizeram com que ela perdesse o emprego. Sua atitude foi linda, mas, como médica, ela errou. Pelo menos, Stephanie estava lá e deu um jeito para evitar que a brilhante Dra. Miranda Bailey fosse demitida e tivesse ido para a cadeia. Em contrapartida, ela acabou perdendo espaço com suas pesquisas, uma vez que o orçamento era muito alto. Entretanto, o fato de Weber achar que ela merece substituir Yang no conselho, mostrou que ela ainda tem muito para oferecer para o hospital.

Só espero que o fato de Karev ganhar o lugar da Yang não acabe trazendo mais reviravoltas para ela. Adorei ver que Cristina se preocupa com Alex, Mer e Owen. E foi uma atitude nobre o que ela fez: dar seu lugar para o amigo, amigo este que ela, vira e mexe, adora zoar. Karev aceitou o emprego na clínica particular pensando ser o melhor para ele, mas descobriu que o hospital faz parte do que ele é. E seu relacionamento com Jo continua firme e forte. Fico feliz, porque ele merece um pouco de alegrias depois de tudo pelo o que ele passou.

Continua após publicidade

Já Callzona parece não ter tanta sorte assim. Callie descobriu que não pode ter filhos, e isso acabou deixando-as um pouco preocupadas, afinal, uma nova criança poderia ser a solução para muitos dos problemas do casal. Entretanto, uma paciente com barriga de aluguel parece ter dado esperança para as duas. E se isso for verdade, Callie e Arizona deverão, na próxima temporada, escolher a futura mamãe de aluguel para o filho delas. Só espero que elas não encontrem uma Amariles (Amor à Vida) no caminho, rs.

Continua após publicidade

E como se era de esperar, Amelia (Amy) ficará em Seatle. Adorei a novidade e espero que tenhamos ótimas cenas dela e Derek. Mesmo achando que Derek vai para Washington, acredito que ele perceberá que Mer e seus filhos são mais importantes que qualquer emprego com o Presidente dos EUA. Falando nisso, a briguinha entre Mer-Der foi feia e acredito que Shondanás quer tentar desabalar a estrutura desse casal depois de ter sossegado um pouco. Medo do que ela vai aprontar.

Continua após publicidade

Agora a minha maior surpresa foi saber que Richard Weber pode ter gerado uma filha com Elis Grey. Sim, a nova cardiologista foi adotada e descobriu, recentemente, quem é a sua mãe biológica. Ou seja, Shondanás está trazendo uma Lexie Grey genérica para a próxima temporada. Tirando tudo isso, fiquei satisfeita com essa season finale. Estou amando Japril e espero que o bebê deles seja fofo. A saída de Murphy e Ross foi muito bem elaborada, sem mortes; e o melhor: de uma maneira digna. Mas é aí que mora o perigo: Shondanás não costuma ser tão boazinha assim. Aguardando as bombas da próxima temporada!

Continua após publicidade

PS: A despedida da Yang foi linda. Crowen acabou de uma forma mágica e a dancinha de Mer com Cristina foi linda e perfeita! Vou sentir saudades da Crsitina Yang!

Continua após publicidade
Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.