Grey's Anatomy – 11×22 – She's Leaving Home

greys 11x22

Imagem: Arquivo Pessoal/Gabriella Siggia

 

Um episódio que tinha tudo para ser memorável e virou esquecível.

Confesso que tive que refletir bastante sobre a morte de Derek depois de assistir esse episódio duplo de Grey’s Anatomy. Ainda estou em choque, mas algo me diz que o choque durou mais que os sentimentos dos personagens do drama médico. Para mim, o momento mais impactante foi com Amelia Shepherd e sua explosão para cima de Richard e, depois, a confissão de sentimentos para Owen. Aliás, essa temporada é toda dela. A irmã caçula do McDreamy roubou as cenas nessa temporada e vem fazendo bonito no seriado. Agradeço muito por Shonda ter tido a brilhante ideia de colocar a Dra. Amelia Shepherd no seriado após a saída de Cristina Yang.

Os sentimentos que Amelia sentiu foram bem próximos ao meu: no começo, depois do choque, eu pensei comigo mesmo “é só mais uma morte, mais uma morte maldosa de Shondanás; logo logo estarei rindo e esquecendo disso tudo, mesmo que meu coração esteja aos pedaços”. Mas durante a semana eu fiquei como ela: irritada e fazendo piadinhas bobas pelos cantos da minha casa. No final, acabei explodindo num choro enorme ao perceber que era verdade a morte de Derek.

Talvez seja por isso que me senti tão próxima de Amelia e chorei muito com a cena em que ela tira a droga do bolso e fala todas aquelas coisas para Owen. Na verdade, essa foi a única cena do episódio inteiro que me emocionou. Nem Meredith e seus flashbacks ou o nascimento do novo membro da família Grey-Shepherd foram capaz com que eu derramasse uma lágrima. Tudo bem que toda a construção da personagem e as comparações com sua mãe fizeram do episódio ser algo mais que uma simples maneira de dizermos adeus ao médico mais querido pelos fãs. Mas sabemos muito bem que foi ilógico correr tanto com a história e fazer com que os meses passassem rápido só para depois Meredith dar à luz a uma menina e aceitar a sua nova condição: viúva.

Foi nisso que o episódio pecou: correr muito para suprir a falta de Derek. Para mim parecia mais uma forma de dizer que Derek se foi e vamos esquecer isso logo e dar continuidade ao seriado. Como fã de MerDer merecia muito mais do que foi apresentado nesse episódio. Merecia uma despedida linda e digna de um seriado que está há muito anos no ar. O episódio ficou confuso demais e Meredith e toda a situação envolvendo a morte de Derek ficou perdida, suspensa no ar. Eu sei que a vida não deve parar porque alguém que amamos morreu, mas não custava nada terem deixado a notícia da gravidez de Meredith para a próxima temporada. Seria lindo vê-la tentando reconstruir sua vida com a ajuda de Alex, Maggie, Richard, Bailey e cia. Mas não, Shonda preferiu nos privar disso tudo só para mostrar que a morte de Derek só serviu para que Meredith não se tornasse a próxima Ellis Grey. Uma pena!

Após a notícia da morte de Derek, vimos o quanto isso afetou Bailey e seu relacionamento com Ben. Eu realmente não saberia o que fazer caso estivesse só vivendo por causa dos fios. Talvez eu pedisse que desligassem os aparelhos, não sei. O fato é que isso é uma questão muito polêmica e poderia ter sido melhor trabalhada em mais episódios. O que eu sei é que tanto Bailey quanto Ben ficaram assustados com a possibilidade de poderem morrer a qualquer momento. Já April aproveitou a morte de Derek para tentar se auto descobrir. Foi bacana vê-la se arriscando e partindo com Owen para ajudar soldados e pessoas que estão vivenciando um período de guerra. Mas foi triste saber que ela abandonou Jackson para tentar se achar. No final os dois se entenderam e esse afastamento foi bom porque mostrou que a perda do bebê trouxe outros desafios. Já que não veremos mais MerDer, que pelo menos Shonda seja boazinha com Japril.

E quem diria que Richard poderia ser feliz novamente? Foi lindo demais vê-lo sendo pedido em casamento pela mamãe Avery. E a forma como tudo aconteceu foi tão mágica que já estou na torcida para que Catherine Avery se junte ao elenco na próxima temporada. Da mesma maneira, estou começando a shippar Callie e aquele policial que virou seu paciente. Callie merece seguir em frente e ser feliz, assim como Arizona. Só espero que Shonda não tente reconciliá-las depois de tudo o que ela fez. Ninguém merece esse vai e vem Calzona! Para encerrar a review eu preciso dizer que o caso envolvendo duas mulheres com queimaduras foi tão lindo que superou a minha decepção com a recepção da morte de Derek. Jo arrasou no episódio e as duas mulheres também. Chorei muito com elas e me envolvi bastante com o caso. Uma pena que Shonda não soube aproveitar o triunfo da morte de Derek tão bem quanto dessas duas pacientes.

Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours