Grey’s Anatomy – 12×12 – My Next Life

greys 12x12 b

Imagem: Arquivo pessoal

Continua após as recomendações

 

Às vezes o passado retorna para nos fazer enxergar o nosso amadurecimento. Outras vezes ele vem mesmo para nos assombrar. Grey’s Anatomy vem fazendo um belíssima temporada, e um dos grandes méritos foi colocar Meredith e Amelia como duas heroínas distintas. Nós sabemos muitos bem o quanto Merdith sofreu nesses doze anos e que Amelia também sofreu muito. Quem acompanhou Private Practice sabe muito bem como foi para Amelia viver nas sombras do seu irmão. As duas são guerreiras e essa briguinha entre elas tem que acabar logo, até porque não tem como não entender os dois lados.

Continua após a publicidade

Gostei muito da forma como abordaram o retorno da primeira paciente da Meredith, ainda mais quando colocam aquelas cenas do Derek para me fazer chorar daquela época em que tudo girava em torno do relacionamento entre uma interna e um médico. Mas a Mer não é a mesma pessoa de doze anos atrás, e Derek não estava lá para salvar a garota dessa vez. Então, o que fazer? Deixar Amelia brilhar e fazer com que ela enxergasse quão boa ela é. E foi isso o que ela fez: provou que não precisa mais estar nas sombras no irmão brilhante, e sim pode caminhar com suas próprias pernas usando seu dom. É claro que Owen teve um grande papel nisso tudo, afinal Owen Hunt adora mostrar para as donzelas em perigo suas qualidades. Porém, nós sabemos muito bem que mesmo que Derek estivesse vivo, Amelia jamais estaria atrás do irmão dela, simplesmente porque ela é uma excelente neurocirurgiã.

Enquanto Amélia dava o seu melhor para resolver um aneurisma praticamente impossível de operar, Meredith e Nathan lidavam com uma paciente e faziam de tudo para salvá-la. Eu chorei muito nesse episódio, talvez por ele ter cutucado as minhas feridas mais abertas. Mas o mais incrível é saber que mesmo depois de doze anos, Grey’s Anatomy ainda consegue cultivar um sentimento em mim. É como se a cada episódio eu tivesse um novo aprendizado e me sentisse dentro daquele hospital. Parece loucura, mas muitas vezes me sinto uma médica quando estou assistindo a um episódio. Infelizmente, a paciente de Mer não sobreviveu, porém ela abriu um espaço para que nossa heroína pudesse, enfim, ter um conversa sincera com Nathan e pudesse ver o outro lado da história da irmã de Owen. Se isso é um sinal para que talvez Meredith volte à ativa, ainda é cedo para se saber, o que podemos prever é que em breve Owen e Nathan vão fazer as pazes.

April preferiu esconder a gravidez, pelo menos por enquanto, de Jackson. Não sei se ela está agindo certo, mas sabemos o quanto essa nova gravidez poderá trazer novas esperanças para a ruivinha. Se até Karev percebeu a novidade, pergunto-me quando Jackson irá descobrir que será papai? Será que teremos outra briga? Ou será que essa gravidez vai reunir Japril de vez? As respostas só Shonda sabe, porém, algumas pessoas já estão apostando que April morrerá quando parir o filho. Talvez isso seja um sinal de quanto Shonda nos influencia todos os dias que não podemos esperar um final feliz para nenhum casal de Grey’s Anatomy.

O episódio também mesclou com humor, principalmente quando vimos Richard sendo o mentor do DeLuca. A forma como Richard agiu com o rapaz foi hilária, mas nada comparou com as conversas entre ele e Arizona. Essa dupla realmente vem fazendo bonito no seriado, e vem nos deixando mais alegres todas semanas. É claro que a cara que DeLuca fez quando descobriu que Richard era pai de Maggie foi divertida, mas nada que se compare com as conversas sobre sexo na sala de cirurgia. Que saia justa, DeLuca?!

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Kelly 8 março, 2016 at 10:06 Responder

    E sobre o motivo de Owen ter ódio de Nathan e achar q ele não deveria operar ninguém? Vê se cresce Owen. E isso é pra Meredith aprender a não odiar as pessoas de graça só pq seu “amigo” odeia.

Post a new comment