Grey’s Anatomy – 13×05 – Both Sides Now

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

Continua após as recomendações

O que você faria para esquecer o passado e seguir em frente? Esse tema ecoou na mente dos personagens nesta semana e eu tenho que concordar que, às vezes, é mais fácil fugir do que assumir suas falhas. Não tenho palavras para dizer o que deve ter passado na cabeça da Amelia; com certeza, a possibilidade de estar grávida deve ter a deixado aflita com tudo. Quem assistiu Private Practice sabe muito bem o quanto Amelia sofreu até se transformar nessa mulher que hoje conhecemos. O fato dela ter perdido seu filho e o homem que um dia amou foi duro e complicado para ela, sem mencionar seus problemas com álcool e drogas. Por isso, foi muito gratificante quando a vi mais segura e subindo ao altar com Owen.

Continua após a publicidade

Omélia pode não ser perfeito, mas consegue nos conquistar a cada episódio e o final foi lindo. Eu sei que pode ser loucura, mas eu queria tanto que o teste tivesse dado positivo pois ambos mereciam ser pais. Um dos problemas de Cristina e Owen não darem certo foi justamente isso: o fato de Owen querer ser pai e Cristina não querer filhos. Quando o escutei planejando seu futuro com uma criança, eu me emocionei. Tanto Amelia quanto Owen merecem ser pais e eu sei que um dia eles serão excelentes pais. Por mais que eu torça para que tenha sido o falso positivo, eu quero ver Omélia tentando ter filhos.

Foi hilário ver minha adorada Amélia contando sobre a gravidez mesmo que ela não tenha feito nenhum teste ou feito xixi no pauzinho, como bem disse Meredith. E na mesma proporção foi divertido ver Owen como babá da pequena Harriet. A pequena Kepner consegue ser tão fofa mesmo chorando e dando trabalho para Owen. O mais engraçado é que ela só chorava com Owen, justamente com ele que sempre quis ter um filho. Porém, foi bacana vê-lo fazendo algo além de resmungar de Riggs e o fato da April já ter voltado ao hospital mostra que ainda teremos mais babás para a fofura Harriet. Uma pena que os filhos da Mer estejam sumidos, pois adoro ver a interação dos médicos com as crianças.

Falando na Mer, deve ter sido difícil para ela perder o fígado para Bailey. Entretanto, o fato do paciente de Maggie ter morrido deu uma esperança para Mer e sua paciente. Infelizmente, nem sempre podemos salvar nossos pacientes e, às vezes, temos que colocar na balança o que é mais urgente: salvar a vida de alguém que já estava há tempo na fila ou salvar uma emergência? Deve ser muito complicado ter que escolher quem salvar primeiro e esperar por um milagre. Pelo menos o paciente de Maggie morreu e eu fico pensando se ele não tivesse morrido, será que Mer seria capaz de sequestrar o fígado para salvar a sua paciente? Espero que não, até porque o que Karev disse tocou no coração e na consciência da nossa protagonista.

Foi saudoso rever Bailey voltando para a cirurgia e levando DeLucca com ela. Ele ainda precisa aprender muito e é bom saber que ainda existem outros residentes além da Stephanie trabalhando no hospital. Quanto à Jo, não tenho muito o que falar além do óbvio que eu ainda não entendi o que essa menina continua fazendo no seriado além de encher minha paciência. Tomara que o marido dela volte. Não quero mais Jo com Alex; quero que essa menina vá embora logo. Se for para ficar com DeLucca que fique logo pois será um casal tão sem sal quanto ao triângulo amoroso Mer-Riggs-Maggie.

P.S.1: Só eu me identifiquei com o calor de Meredith, Karev e Maggie? Será que eles estavam em SP nesses dias de tanto calor?
PS.2: A trilha sonora de Grey’s Anatomy continua espetacular. Parecia que as músicas foram escritas sob medida para as cenas.

Nenhum comentário

Adicione o seu