Grey’s Anatomy – 13×09 – You Haven’t Done Nothin’

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

Estou completamente devastada com o último episódio do ano de Grey’s Anatomy. Sabe aquela sensação de angustia e medo do desconhecido? Pois bem, estou assim. É incrível que mesmo depois de 13 anos Shonda Rhimes ainda tem o poder de nos destruir. Estes dois últimos episódios do drama médico foram de tirar o fôlego e merecem todos os aplausos possíveis. Iniciar o episódio com prédio desabando foi apreensivo e eu já sabia que alguma coisa ruim ainda iria acontecer. Só não imaginava que ficaria agoniada com a possibilidade de ver meu amado Alex Karev preso.

Eu sei que muitos vão dizer que estou sendo injusta e maldosa com a Jo, mas gente, tinha necessidade dela contar sobre seu passado para o Alex daquela maneira? Só porque foi intimada a depor na audiência e estava com medo dele descobrir seu segredo de uma forma ruim e que seu marido voltasse, ela decidiu jogar toda a bomba para ele no elevador. Sim, aquele elevador que foi um dos personagens principais do seriado nos primeiros anos. Como era de se esperar, Karev não enlouqueceu ou falou um monte de merda para Jo, pelo contrário, ele só questionou o motivo dela ter escondido dele algo que poderia ter evitado muitos danos. Eu sei que a Jo não tem culpa pelo o que aconteceu com DeLucca, mas ela causou o que aconteceu por medo de reviver o passado.

De qualquer maneira, eu fiquei com raiva dela pela atitude infantil naquele episódio da briga, e estou com raiva dela por ter impulsionado, mesmo que ela não saiba disso, o Alex a tomar a decisão de aceitar um acordo e ser preso durante 2 anos. Como bem disse Meredith, o Alex não deve arriscar a sua liberdade e sua vida profissional por conta de ninguém, não importando o que aconteceu com a Jo. Ele tem que enfrentar as consequências de sua atitude por si só e não achar desculpas para o que aconteceu. Eu sei que a Jo não é culpada pela decisão de Karev, mas ela o conhece suficientemente para saber que ele não iria ficar quieto justamente quando ela diz que está com medo e revelou todo o seu passado.

Continua após a publicidade

Não acredito que Alex Karev aceitará o acordo, ainda mais depois de escutar a linda mensagem da Meredith. O que a minha guerreira disse foi lindo e tão verdadeiro que não deu para chorar. Realmente, ela e Karev foram os únicos sobreviventes dos residentes e ela não pode ser a única a continuar a andar pelos corredores. Ela precisa dele e ele dela. Não dá para fingir que está tudo perfeito e a mil maravilhas, mas ambos são sobreviventes de um inferno causado por Shondanás. A questão não é se ela sobreviverá sem seu atual melhor amigo ou se ele deve se sacrificar em prol da Jo, mas sim sobre como os dois são guerreiros. Só o fato dele querer desistir de tudo para proteger a sua ex demostra o quanto ele amadureceu nesses 13 anos, e espero do fundo do meu coração que ele não aceite o acordo.

Quem também tem muito o que aprender é Bailey. A nossa eterna nazi bem que tentou evitar o caos ao apoiar a mamãe Avery, mas ela se afundou na sua própria decisão ao pensar com o cérebro e não com o coração. E, novamente, Richard mostrou porque ele sempre será o eterno Chief do seriado. É impossível não admirar esse homem que está sempre ensinando e sendo um anjo da guarda para todos os médicos. Bailey precisa entender que o coração é algo importante na vida de alguém como no cargo dela e deixar de lado esse medo de errar, pois é com os erros que aprendemos. Não sei se ela fará algo para ajudar Richard e/ou livrar Karev da prisão, mas o que eu sei é que nesse episódio ela foi uma aluna e não uma chefe.

Richard é e sempre será o grande mentor do hospital, por isso não foi nenhuma surpresa ver seus alunos o apoiando incondicionalmente. Maggie fez algo bonito em lembrar o que estava em jogo no hospital, mas nada que tirasse o mérito de seus pupilos em querer apoiá-lo nessa nova jornada que acontecerá com a presença da Dra. Eliza. Essa nova médica pode até entender sobre cirurgias, residentes e números, mas nunca entenderá sobre pessoas como Richard entende.

Num episódio em que tivemos um grande acidente e inúmeros feridos, os nossos heróis médicos acabaram sendo os verdadeiros pacientes, cada um de uma forma. Não sei como será a segunda metade da temporada, mas sei que ainda existe mais história para contar em Grey’s Anatomy. Sobre a decisão de Amelia deixar o Owen, foi estranha e triste, mas sei que existe um motivo e que nossa malvada favorita Shondanás dará um jeito de arrumar essa bagunça repentina. Omelia ainda não acabou e ainda teremos muitas surpresas com os nossos amados médicos. Até ano que vem!

Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Kelly 24 novembro, 2016 at 00:34 Responder

    “Eu sei que muitos vão dizer que estou sendo injusta e maldosa com a Jo”.

    Foi injusta e maldosa sim. Alex sempre foi uma pessoa explosiva, espancou um inocente e poderia tê-lo matado, e Jo deve se por em risco de ser morta pelo ex pelos erros de Alex? Apesar de eu não querer que o personagem saia da série ele merece sim receber um castigo e será muito justo e bonito da parte dele que ele aceite cumprir a sua pena para proteger a Jo.
    E a Meredith, sempre ela. Quer dizer que ela ficar sem amigo é mais importante que a segurança de uma mulher que sofreu violência doméstica? Como sempre egoísta e só olhando pro seu próprio umbigo. E o pior é que o próprio Alex deixou claro que sabia que ela estava dizendo tudo aquilo mais por ela do que necessariamente por ele mesmo.

Post a new comment