Grey’s Anatomy – 13×10 – You Can Look (But You’d Better Not Touch)

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

 

Shonda, o que você fez? Não consigo acreditar que fiquei esse hiato inteiro esperando para saber o que aconteceu com meu amado Alex Karev para ser obrigada a assistir ao episódio de retorno e saber que ainda terei que esperar mais um tempo. Para quê tanta maldade? Alex foi preso ou não? Eu quero saber! Os fãs querem saber! O mundo quer saber!

Este retorno de Grey’s Anatomy só me deixou nervosa e com receio de descobrir que meu amado pediatra se ferrou legal graças à sonsa da Jo. Não quero acreditar que ele se entregou à polícia e não escutou o belo discurso da Meredith. Meu coração anseia por uma resposta. Com urgência! É muita tortura para quem já conhece o histórico da Shondanás.

Continua após a publicidade

Colocar Arizona, Bailey e Jo cuidando de uma prisioneira grávida foi de cortar o coração. Mesmo estando treze anos acompanhando a história destes incríveis e guerreiros médico, os roteiristas sabem nos emocionar e nos tocar. Arizona divou do começo ao fim do episódio. É incrível o quanto essa médica evoluiu desde que a vi andando pelos corredores do hospital de patins. A conversa que ela teve com a mãe da menina foi linda e muito emocionante. Ela, com certeza, roubou as cenas do episódio.

Bailey pode ser a chefe do hospital, mas seu lado nazista foi deixado de lada faz muito tempo. As atitudes dela nesse episódio foram inspiradoras e dignas de um ser humano. Claro que, como médica (e profissional), ela deu uns pontos sem nós, mas brilhou como ser humano. A forma como ela contou sobre Karev no final do episódio foi de cortar o coração. Não a culpo por tudo o que aconteceu, mas achava que a grande Miranda Bailey faria o impossível para tirar o Alex da cadeia. Só foi uma impressão, pois ela decidiu ser a médica num caso complicado e deixar o destino de Karev para as mãos de Deus.

Nem preciso comentar o quanto não aguento mais ver Jo em cena. Essa menina me decepciona episódio pós episódio. Parece que nunca amadurece e continua fazendo os mesmos erros. Ela quer ser uma médica brilhante e respeitada, mas não consegue ter carisma. Ela pode até tentar se comover com os casos e dar bons conselhos, mas não consigo me simpatizar por ela. Sobre o Alex, ainda não me conformo com a atitude dela. O que ela achava: que poderia jogar uma bomba para ele, dizendo que era casada e que seu marido era um espancador de mulher e, por isso, não poderia ir ao julgamento, que ele não faria nada? Pelo poder da força, ela namorou e morou com ele, mas parece que não o conhece o suficiente para saber que ele preferiria ser preso a vê-la machucada. Acorda, Jo! Só espero que esse vômito não seja uma tentativa de engravidá-la, pois só Jesus na causa para tentar engolir um bebê Karev vindo dessa menina!

PS: Até que enfim a perna mecânica da Arizona voltou!

 

Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

1 comment

Add yours

Post a new comment