Grey’s Anatomy – 13×22 – Leave It Inside

Imagem: Grey’s Anatomy / Twitter Oficial

Continua após as recomendações

Como seguir em frente? A simples decisão de continuar andando no carrossel da vida pode até ser uma tarefa fácil, mas é bastante complicada, ainda mais quando deixamos resquícios do passado. Depois de oficializar o relacionamento com Riggs, Meredith decidiu fazer uma faxina em casa e retirar algumas lembranças de seu relacionamento como Derek e confesso que foi triste vê-la se desfazendo do quadro do tumor e do post-it de casamento, porém, foi algo necessário para ela continuar a sua jornada. Ainda não sabemos se Maggie aceitou tudo, mas percebemos que a relação das irmãs continua como se nada tivesse acontecido.

Continua após a publicidade

É interessante ver como Mer, Maggie e Amelia se relacionam entre si e eu adoro todas as cenas das irmãs, mas, para mim, falta algo. Não sei se é pelo simples fato de saber que Lexie faz ainda falta ou se é pelo fato das três serem teimosas e não se arriscarem tanto na vida, o que eu sei é que falta algum plot de tirar o fôlego para elas. Nada de triângulos amorosos, drama quanto aos rapazes ou briguinhas bobas; falta algo mais profundo que possa mostrar que a amizade e a relação delas possam enfrentar tudo e a todos por ser algo concreto.

A interação das três com April foi bastante divertida e trouxe momentos únicos para o episódio, deixando-o bastante equilibrado. Adoro quando Grey’s Anatomy enfoca no girlpowerAs garotas deste seriado são excepcionais e sabendo trabalhar as histórias, podemos ter algo magnífico. Fico feliz por pararem de enfocar na briguinha entre Bailey e Richard, embora eu ainda ache que o seriado se perdeu nesta temporada.

Eu gostei bastante da forma como o episódio abordou a questão do menino e a religião e entendi muito bem o que Karev fez; ele agiu em prol da vida, pouco se importando pelo o que os pais do garoto pensavam. Foi algo arriscado? Sim, ainda mais quando sabemos que existe muita polêmica no quesito vida versos religião, mas não posse dizer que não faria o mesmo que Alex Karev. Stephanie brilhou nesse episódio e merece uma saída do seriado melhor do que a sua morte e perder a sua licença de médica. Como conheço Shondanás há 13 anos, posso esperar por algum drama envolvendo a personagem nos próximos episódios.

Eliza pode não ser uma vilã, mas também não colabora com seu gênio difícil. O fato dela ser puramente técnica a deixa como um robô e isso me irrita muito. Ela precisa mostrar mais seu lado humano para os outros médicos e não só para a Arizona. Por mais que eu não curta ela com Arizona, não posso negar que existe alguma química entre elas e que, depois da saída da Callie, Arizona precisa ser feliz. Mesmo eu não sendo fã da Eliza, torço para a felicidade da Arizona e vou tentar curtir o que vier nos últimos episódios desta temporada.

Mudando de assunto, um pouco, estou tentando entender qual foi dos roteiristas em trazer Jo em poucos minutos do episódio se só foi para dar um fora no DeLucca? Eu sei que a atriz estava grávida e, provavelmente, afastada dos episódios por conta disso, mas não precisava colocar uma cena desta tão aleatória neste episódio. Se fosse para ela dispensar o DeLucca, seria melhor colocar isso no próximo episódio, com mais cenas da personagem. Agora preparem seus coraçõezinhos porque Shondanás voltará com tudo nos dois últimos episódios da temporada. Que a Nossa Senhora dos Seriadores proteja minha amada Stephanie Edwards!

Nenhum comentário

Adicione o seu