Grey’s Anatomy fecha 2017 com média semanal maior que The Good Doctor

Imagem: ABC/Divulgação

A corrida pela audiência semanal das séries de TV foi grande em 2017. The Good Doctor chegou arrebentando e, semanalmente, angariou mais de 10 milhões de espectadores.

Entretanto, há um outro fator que conta muito na medição da audiência que é o demográfico, ou seja, a parcela de audiência dentro do total de números que corresponde a faixa etária visada pelos anunciantes – a de entre 18-49 anos. Neste quesito, Grey’s Anatomy fechou com um balanço semanal de 2.0, seguido por The Good Doctor que marcou 1.9.

Ambas as séries médicas se tornaram, assim, as séries mais assistidas do canal ABC. Elas foram seguidas pelas comédias Modern Family e The Goldbergs, que marcaram 1.7 e 1.5 respectivamente.

Séries como Scandal e How To Get Away With Murder ficaram lá atrás, tendo elas uma média de 1.2 e 0.9 respectivamente, e no final da lista estão séries como Agents of SHIELD e Once Upon a Time, que marcaram 0.6 e 0.5.

Confira a tabela divulgada em uma recente pesquisa do TVLine.

Apesar desses números, um outro modo de marcar os números é o da audiência de programas gravados, ou seja, aqueles que não são assistidos ao vivo pelo público. Neste quesito, The Good Doctor é campeã disparada e está consolidada como uma das séries mais assistidas da TV, tendo marcado quase 20 milhões de audiência por episódio.

Neste quesito, uma outra série que se dá bem é How To Get Away With Murder, que cresce quase que 100% quando somada com a audiência das gravações.

Os dados são do Nielsen, a empresa com maior credibilidade nos dados de audiência das séries norte-americanas.

Vale ressaltar que essa média é referente aos episódios exibidos entre setembro e dezembro, ou seja, até o final da temporada em maio a situação pode se reverter. Com Grey’s Anatomy e The Good Doctor muito próximas de números, fica difícil saber quem levará a melhor em 2018.

Share this post

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.