Grimm – 6×12 – Zerstörer Shrugged

Continua após as recomendações

“Tu ás quebrarás com vara”

E cá estamos nós no penúltimo episódio de Grimm, faltando muito pouco para nos despedirmos dessa série que tanto amamos. Depois de Eve ter dado uma de “Alice Através do Espelho” e decidido acabar por conta própria com o cara de caveira, Nick resolveu segui-la e ambos ficaram presos no mundo invertido. Do lado de cá (ou seria de lá?) a liga do bem descobre uma antiga profecia que liga o cara de caveira, ou melhor, o Zerstörer Shrugged (de onde eles tiram esses nomes?) a Diana. Ele quer a nossa pequena e assustadora Hexenbiest para ser sua noiva.

O episódio deu segmento a luta Nick e Eve contra o todo poderoso e mais uma vez irei destacar os efeitos visuais que foram apresentados. Apesar de práticos, esses efeitos foram bem realizados. Fiquei preocupado que a equipe criativa decidisse  fazer o visual desse vilão final todo em computação gráfica, pois todos nós sabíamos que isso não daria certo. Graças aos deuses, o visual é composto por figurino e maquiagem, com os efeitos visuais limitados apenas aos poderes do vilão, ponto para a série que soube reconhecer os seus limites. Apesar de nunca ter sido usada em demasia, computação gráfica sempre foi o calcanhar de Aquiles de Grimm, já que seu orçamento nunca permitiu uma coisa mais rebuscada.

Continua após a publicidade

Entretanto o que mais me incomoda é como a história que eles resolveram contar nessa finale é desinteressante. Muito tempo foi gasto desenvolvendo uma trama que no final não trouxe nenhum apelo para nós. Vejam que profecias foram usadas, astrologia, idade média, cruzadas e tantas outras coisas que poderiam significar o fim do mundo, ou até mesmo que não fosse algo tão grande, mas que fosse um pouco mais substancial. E é reconhecível o trabalho que os roteiristas tentam fazer para justificar essa história. Nesse episódio teve referências ao cristianismo, Moisés, Jacó e imperadores chineses. Tudo isso para montar uma base sólida e dar um pouco de profundidade a essa trama, mas a impressão é de que sempre essa história não dá liga e que ela poderia ser usada em um simples caso da semana.

O pior de tudo é que até mesmo a realização é mal feita. A série não está conseguido usar as coisas ao seu favor, a morte de Wu e Hank teve uma carência de emoção absurda. Como personagens tão longevos da série e que possui um respeitável apelo junto ao publico poderiam morrer de forma tão “meia boca”? Sério, a trilha sonora, a edição, a montagem, NADA disso contribuiu para dar peso a essas perdas. Os personagens foram abatidos em batalha, como tantos os meros figurantes que passaram pela série. Lamentável!

Que venha essa finale e vamos orar a Alá, Jeová, Xuxa e Anabelle para que Grimm se despeça dignidade.

Tags Grimm

No comments

Add yours