Guerra de gangsteres e Professor Porko deram fôlego para a 4ª temporada de Gotham

Imagem: FOX/Divulgação

Continua após as recomendações

Gotham estava desandando, isso é um fato!

Para quem estava sentindo faltas das minhas reviews da série, aqui vai um desabafo: eu estava começando a ficar esgotado de Gotham. Os mesmos rumos, as mesmas falhas. Os mesmos desperdícios… Sim, a trama estava para morrer.

Continua após a publicidade

Precisei de dar um tempo na série e deixei alguns episódios acumularem. Esse tempo foi crucial para que eu sentisse falta e olhasse a trama com outros olhos, e adivinhe: Entre os episódios 07 e 11 da quarta temporada, a série conseguiu recuperar o fôlego (ainda bem!).

A trama da guerra de gangsteres mostrada na série é algo que sempre me chamou atenção. Mas ela nunca recebera uma visão apropriada para ser explorada. Nas outras temporadas, houve sempre uma disputa interna para ver quem seria o Rei (ou Rainha) do submundo de Gotham City. Agora, a guerra é para sobreviver.

Cada personagem sabe o seu lugar. E o mais legal é que eles lutam com o que tem, e a cada reviravolta não sabemos quem está realmente por cima. Claro, há ainda aqueles que querem dominar a cidade como Sofia Falcone, a adição maravilhosa que essa temporada recebeu. Mas é na disputa de poder entre personagens como Pinguim, Barbara Kean, e até mesmo Jim Gordon, que Gotham vem chamando atenção.

A trama de Sofia Falcone foi uma das melhores, até agora, na série. Ela chegou como se quisesse ajudar Jim Gordon a livrar-se do Pinguim, mas ela queria mesmo era dominar a cidade. Restaurar a ordem da Família Falcone, que foi perdida quando seu pai se afastou da cidade. Ela conseguiu mover todos os personagens da série como se fossem peões de Xadrez. E no final, ela conquistou o que queria, a ponto de armar a morte do próprio pai.

Imagem: FOX/Divulgação

Sofia jogou com todos e, no final dessa primeira parte da temporada, descobrimos que até o Professor Porko foi mais um de seus movimentos. Toda essa conexão trouxe para a série aquele fôlego que ela precisava.

Nos episódios focados nos assassinatos cometidos pelo Porko, ficamos curiosos para saber qual era o seu verdadeiro plano. Porque, a certo ponto, matar policiais corruptos não se tornou o objetivo. Porko queria os gangsteres, e particularmente foi atrás de Gordon. Enquanto isso, o Detetive se amarrou completamente por Sofia, a ponto de se tornar Capitão e trair a confiança do parceiro Harvey Bullock. Sofia precisava de alguém dentro da DPGC e quem melhor do que Gordon?

Nessas amarras, tivemos bons pontos como o Pinguim perdido, sem saber para onde jogar. Manipulado por Sofia, algo que ele detesta ser, seus “chiliques” não podiam ser mais certeiros. A cena em que Gordon o confronta pela morte do garotinho que se tornou seu protegido foi sensacional. E, naquele momento, ele percebeu que estava sozinho. Até Victor Zsasz virou a casaca. Oswald se deixa levar pela emoção em alguns pontos da trama, e estou louco para ver ele perder isso.

Imagem: FOX/Divulgação

Claro, há sempre algo que não irá funcionar e, desta vez, creio que seja a trama de Bruce Wayne. Ele está todo playboy, curtindo a vida, como um delinquente. O bilionário está se sentindo culpado por ter matado Ra’s (?) e ainda carregar o fardo do assassinato de seus pais. Pobre menino rico. O problema é que a trama de Bruce foi do justiceiro mascarado ao adolescente mimado em poucos episódios, e essa dinâmica foi quebrada. Agora, está sobrando para o Alfred pagar o pato – e ele acabou sendo dispensado da função de guardião legal de Bruce. Os sopapos que o Alfred deu no rapaz, sem dúvidas, me causou um pouco de prazer…

Outra trama que ainda não mostrou a que veio – mas que não incomoda – é a de Edward Nygma. Ele perdeu a inteligência, foi parar no Narrow e até se tornou aliado da Dra. Thompkins. Com Solomon Grundy atuando de “capacho” (e isso me lembrou a trama do Bane em Batman & Robin), eu vi certo potencial desperdiçado. Entretanto, na reta final, vi uma faísca de que podemos ter uma excelente trama em breve. As alucinações com o Charada estão voltando e, ao que tudo indica, Ed está apaixonado por Lee. Já vimos esse filme antes, não é verdade? Alô Jimbo, descobre que seu mozão tá de bobeira no Narrows enquanto é tempo, porque quando o Charada retomar sua consciência, a vida da médica estará em sério perigo.

Com cenas de ação excelentes, reviravoltas surpreendentes, e uma promessa de grandes histórias para sua segunda metade, a quarta temporada de Gotham finalmente está nos eixos. A série encerrou 2017 trazendo ainda um de seus vilões mais notórios – Jerome, que agora se aliará ao Pinguim. Mal podemos esperar para ver estes dois colocando fogo no circo.

Os episódios inéditos da série voltam em março, preparados?

Tags Gotham
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours