Gypsy – 1×04 – 309

Imagem: Netflix/Reprodução

Começamos o episódio em outro momento, mas parece que continuamos diretamente o do aniversário. Era óbvio que Diane iria atrás de Sidney após a festa, mas a forma como isso foi mostrada de início é simplesmente brilhante. De um lado, temos Jean com sua família e tudo aquilo que lhe é conhecido, de outro, temos Diane e sua busca incessante por aventuras, ao lado de Sidney. É fácil ver que logo ela deverá escolher, só não sabemos se por vontade própria ou “incentivo” de alguém. Michael já sabe que tem algo errado, assim como Sidney também já notou, agora é questão de tempo.

Na tentativa de ajudar Claire a se reconectar com a filha após o incidente da mudança, Jean vai mais uma vez atrás de Rebecca no salão. Descobrimos que ela se mudou para uma casa “comunitária” e que está muito feliz lá, ainda que a psicóloga tenta fazê-la se conectar com a mãe, Rebecca não vê as coisas dessa forma. O que me deixou com um pouco de raiva, ainda que Claire não seja a mais compreensiva, a filha é a única coisa que ela tem, um pouquinho de consideração não faz mal a ninguém Rebecca!

Mas bom mesmo foi a Jean ensinando o Michael a reconhecer mentiras e ele tentando descobrir se ela estava mentindo. Esse mulher dá umas escapadas que vou te contar, é muito talento. E provando a minha teoria da review passada, Jean é sim influenciada pelas pessoas que a cercam, qual foi a dela pintando a unha de azul igual à Sidney? Alguém avisa essa mulher que quem precisa de terapia é ela.

Continua após a publicidade

Agora, falando em terapia, eu não sou estudante de psicologia, nem psicóloga formada, mas quão errado é manipular um paciente como ela fez com Sam? Primeiro, ela o manipula, depois o fez desmarcar o encontro com ela (que, pasmem, Sidney marcou após a noite de cinema com Diane), como se não fosse o suficiente, fez com que ele atendesse a ligação dela.

Aliás, descobrimos que Melissa é uma antiga paciente de Jean que ficou muito “codependente” da terapeuta. Não sei vocês, mas eu não engulo essa história, pelo que Larin conta, ela colocou fogo na casa da família e culpou Jean, mas claro que alguma coisa ela deve ter feito, a gente já conhece um pouco de Jeannie para saber que de santa, ela não tem nem a cara.

Mas o que ninguém esperava era o que Sidney iria aprontar. A garota está desconfiada em relação à Diane e começa a questioná-la. Até aí tudo certo, mas Jean descobre que ela marcou com o Sam, ali e naquele momento. A terapeuta, claro, tem um ataque e foge rapidinho, não antes de ver o abraço caloroso entre o ex-casal. Eu, particularmente, não sei quem tem mais segredos ali. Agora, quem colocou as asinhas de fora foi aquele embuste da Alexis. Na descarada, mandou um nude pro chefe mesmo, tudo para estar nas fotos mais recentes dele, com a desculpa de ter fotos da Dolly. O Michael claramente ficou sem jeito ao ver e depois receber a foto, senso do ridículo passou longe né querida.

Imagem: Netflix/Reprodução

Já Allison, que não tinha aparecido na consulta, foi socorrida em domicilio. Aquele traste que é o namorado dela, bem que deu uma de esperto pra cima de Jean, mas a terapeuta chegou até Allison. Estou achando muito legal como Jean quer ajudá-la, mas não posso evitar o pensamento de que isso não vai dar certo, é nítido que ambas estão se aproximando, porém como a psicóloga pode ajudá-la se ela nem sabe o que tá fazendo da vida?

No fim, conhecemos o “309”. Vimos o apartamento do flashback no episódio passado. Um lugar que, aparentemente, tinha uma Jeannie diferente e feliz. Só não sei se ela pretende levar Sidney pra lá, abrigar Allison ou só foi pra curtir uma fossa mesmo.

Nota: Prefiro nem mencionar a aparição da Michelle, que  desnecessária.
Nota 2: Na hora de ir atrás da Sidney ela vai, mas quando tem pesadelo, se assusta. A gente tá de olho, Jean.
Nota 3: Como é que Dolly é sobrinha dela, se ela é filha única?

Agora que já acostumamos com o andamento dos acontecimentos, está bem mais fácil se orientar. Estão gostando? Estão ansiosos pelos próximos episódios ou já terminaram a maratona? A próxima review sai amanhã, espero vocês por aqui!

Tags Gypsy
Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours