Hart of Dixie – 4×10 – Bluebell [SERIES FINALE]

HoD

Imagem: Arquivo pessoal

 

Cantando junto a música do final, com o coração apertadinho. Sei que a CW não oficializou o cancelamento, mas depois desse final está na cara. Foi uma despedida, em alto estilo Bluebell. Foi tudo lindo e os dez últimos minutos ainda estão meio embaçados pelas lágrimas.

Zoe ficou entre o casa e não casa, enquanto Lemon estava se arrumando para sua festa de noivado. A evolução da personagem da Lemon foi muito marcado nesse episódio. Madura, realizada, feliz. Deu para ver na pele dela! Ela ficou meio abalada ao saber que o pedido de casamento não era para ela, mas… Ah, e daí, aquele homem adora ela. Até o Padre se emocionou com o pedido real. Irmã, avó e pai, todos empenhados em fazer da festa de noivado algo perfeito para ela. E o que impressionou foi o desapego dela. Estava casando com o homem certo, para que ansiedade? A sua hora sempre chega não é mesmo, Lemon?! Vale a pena esperar.

Continua após a publicidade

HoD

Imagem: Arquivo pessoal

O agradecimento especial dessa finale foi de Zoe para seu pai biológico. Brick colocou o nome dela na clínica novamente e contratou outro médico para tirar as folgas deles, que agora com criança pequena, teriam que se desdobrar. – Seu pai estaria muito orgulhoso vendo quão longe você chegou Zoe Hart! (lágrimas) Poxa vida, a garota de New York chegou tipo a advogada ali do George, toda nojenta e metida, acabou casando com um cowboy arretado de sem vergonha e gente boa, grávida e atuando em uma clínica local, em Bluebell, a terra dos sonhos e dos mosquitos. Eu queria, eu queria também Zoe.

Hart of Dixie não foi uma série tão assistida e apreciada, mas muitos nem deram chance. Era leve, gostosa, para sentar (ou deitar), rir e assistir. Guilty Pleasure maybe? Acredito que tenha terminado em um ótimo momento, onde os produtores conseguiram seguir para um fim lindo, sem enrolação e digno do pequeno legado da série.

Os casais ajeitados, AB e George finalmente ficaram na mesma página da vida, e então O Pequeno Cowboy resolve nascer no meio da festa de noivado de Lemon. Mais surpreendente ainda, todos da cidade vão ao hospital – porque em Bluebell tem dessas coisas, você acompanha o nascimento dos filhos dos amigos, em bando, de um jeito muito fofo – e Zoe vê todos ali e resolve CA-SAR. Chama a mãe via Skype, de roupão prestes a dar a luz, eles se declaram, todos em volta empurrando ela para sala de parto, o tão esperado SIM, aquele vuco-vuco, Senhoras e Senhores: Que momento! A cara da Zoe casar com tanto fusuê. Lembram que falei que esse bebê viria no final? Profetizei!

Quando o bebê é apresentado, entram os Truitt Brothers e Meatball e começam a cantar a música do final da série, sobre coração, felicidade e alma. Momento que só HoD poderia proporcionar a você! Mais perfeito impossível. Todos muito emocionados cantam, coreografam, tudo fica embaçado para mim aí. Lemon casa cantando, nesse ritmo gostoso de finale forever, eu canto, todos cantam, dançam – coração apertadinho do lado de cá, e tenho certeza que no de lá também. Rachel conseguiu emplacar seu segundo personagem inesquecível depois de Summer Roberts (The O.C.). Foi um prazer acompanhar Hart of Dixie com o Mix de Séries para vocês! Zoe Hart, o prazer foi meu, meu coração ficou um pouquinho por aqui também. Desculpem, hoje não tem promo. Acho que estou meio de luto.

Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours