Hipster em Série: Strike Back

Continua após as recomendações

 

E ai galera tudo bem? Já passou aqui na nossa coluna series de drama policial, sci-fi, dramedias e releituras, então por isso essa semana eu quis abordar um estilo que amo, uma das melhores series de ação que já vi: Strike Back. Tentarei explicar a maravilha da serie com menos spoilers possíveis mas acho que será impossível devido a natureza dela.

Continua após a publicidade

A primeira temporada tem apenas seis episódios de uma hora cada, onde conhecemos John Porter (Richard Armitage), que trabalha em uma organização antiterrorismo do MI6, conhecida como Seção 20. Seguimos Porter durante três missões, cada missão é divida em dois episódios, enquanto ele tenta descobrir o que deu errado com seu pelotão no Iraque 7 anos antes, que o fez ser expulso com desonra do exercito. Com passar dos episódios vamos descobrindo cada vez mais sobre Porter e sobre o seu chefe, o Capitão Hugh Collinson (Andrew Lincoln), que agora é o chefe da Seção 20 e quem recrutou Porter novamente.

Já com a Co-Produção do Cinemax, a segunda temporada da serie ganha novos personagens e uma nova narrativa. Como muitos sabem, serie produzida pelo canal tem muito sangue, muito sexo e muita ação, por tanto é algo que eu não recomendo ver com a sua mãe do lado (Ou veja! Sei la! Eu garanto que a bunda do Sullivan Stapleton é bem bonitinha) .

(Nota Rápida: A 2º temporada é primeira para os EUA, eles ignoram a minissérie inglesa, chamando apenas como Chris Ryan’s Strike Back ou Strike Back Origins. Por tanto em muitos países, inclusive aqui, a serie terá no total cinco temporadas, mas para os EUA serão somente quatro.)

Durante as 3 temporadas seguintes podemos notar uma mudança de narrativa e novos personagens. Os novos personagens são Sgt.Michael Stonebridge (Philip Winchester) um soldado experiente e dedicado, Damien Scott (Sullivan Stapleton), um ex soldado americano que tem conexão com Porter, Col. Eleanor Grant(Amanda Mealing) que é a nova chefe da Seção 20, Maj.Oliver Sinclair(Rhashan Stone),o braço direito de Grant e Julia Richmond ( Michelle Lukes), que trabalha na coleta de informações.

Cada temporada agora tem uma trama central. No segundo ano chamada de Project Dawn, o episódio começa com uma operação para tentar achar Porter, que havia sido sequestrado no Paquistão. Logo depois Col. Grant recruta Scott para Seção 20 depois de receber tal informação. Alem de ser amigo de Porter, é o único que pode reconhecer um famoso terrorista chamado Latif.

 

 

A terceira temporada, denominada Vengeance, começa com Stonebridge trabalhando no Campo de Treinamento das Forças Especiais Inglesa, onde acaba sendo forçado a matar um dos soldados em treinamento, Jake, que sofria de transtorno pós-traumático. Enquanto isso Scott está protegendo um diplomata, Patrick Burton, e sua assistente Rachel McMillan na Somália. Quando a missão dá errado e ele é sequestrado e torturado, Mike é obrigado a voltar para campo, junto com Richmond para completar a missão e resgatar Scott.

Na quarta temporada Shadow Warfare, temos Baxter sendo executado por Leo Kamali. Somos apresentado a uma Dalton irreconhecível e  totalmente paranoica e com sede de vingança. Forçando o Philip Locke, uma lenda nas operações especiais, a tomar a liderança da Seção 20.Mais uma personagem é introduzida, Kim Martinez, que acaba por trabalhar muito com Richmond. As duas formam uma boa dupla

No decorrer das temporadas há morte de muitas personagens importantes. A impressão que tenho é que os roteiristas querem mostrar que não há final feliz para todos, nem pros mais heroicos dos homens, porem as mortes não são em vão, sempre há um porquê mais para frente.

A ultima temporada de Strike Back iria ao ar esse ano, mas as gravações foram adiadas por que Sullivan Stapleton se machucou durante suas férias na Tailândia. Ainda não saiu nenhuma informação definitiva, mas é provável que a série volte somente ano que vem com seus dez últimos episódios. Por tanto a tempo de sobra para uma boa maratona.

Para dizer até logo, deixo aqui a musica  tema da serie com um trecho da letra que resume bem a serie:

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=qATXa4_skXU[/youtube]

…This ain’t no place for no hero
This ain’t no place for no better man
This ain’t no place for no hero
To call home