History estreia nova temporada de Trato Feito: Reino Unido

history-id1

Continua após a publicidade

A loja de penhores Regal Pawn, na cidade inglesa de Chester, volta a ser o point de compra e vendas do HISTORY e cenário de Trato Feito: Reino Unido – spin-off da franquia de sucesso Trato Feito, esta ambientada em Las Vegas, e que também já rendeu uma versão na Louisiana. Na versão britânica as estrelas são Mark Manning, o Big Mark, dono da loja; sua filha, Vicki; seu melhor amigo, Little Mark; Simon “Ebenezer” Penworth; e o novato Liam, o “garoto” da turma.

Trato Feito: Reino Unido, que retorna ao canal em sua segunda temporada no dia 03 de março, apresenta artefatos tipicamente britânicos, dotados de um extenso passado histórico. Itens que pertenceram ao Duque de Wellington, por exemplo, ou um terno usado pelo ator e diretor inglês Charlie Chaplin, que se tornou um ídolo do cinema nos Estados Unidos e no mundo.

No episódio de estreia da nova safra, às 23h, Novos Amigos e Métodos Antigos, Big Mark e Vicki vão encontrar um homem com armas poderosas. E Little Mark ensina o novato Liam a negociar quando uma peça rara da Copa do Mundo de 1966, a única vencida pela Inglaterra, surge na loja. Depois, Simon fica cara a cara com uma bugiganga da era vitoriana que o deixa literalmente sem palavras.

No capítulo seguinte, às 23h30, O Primeiro Negócio de Liam, Little Mark dirige um Austin-Healey 1966 e Liam quase sai dos trilhos quando testa um trenzinho. Logo depois, eles se deparam com um álbum autografado por ninguém menos que John Lennon, mas o preço é altíssimo. E Little Mark precisa da ajuda de Big Mark quando recebe uma peça do Lusitânia, o famoso transatlântico que naufragou em 1915.

 

Os negociantes:

Mark Manning ou ‘Big Mark’ – Mark “Big Mark” Manning é o fundador da Regal Pawn. Antes de abrir a loja ele tinha uma série de empregos, como reparador de caravans, leão de chácara, gerente de um clube de paintball e até coveiro. Contudo, ele considera que seu negócio atual é a sua verdadeira vocação, já que combina suas duas paixões: história e dinheiro. Tudo o que o cliente quiser, ele consegue. Basta estar disposto a pagar.

Mark se descreve como alguém sexy, legal e… Modesto. Ele acha que duas de suas grandes conquistas são seu certificado de natação por ter nadado 25 metros e, é claro, o fato de ter “levantado” a Regal Pawn do nada e tê-la tornado uma das melhores lojas de penhores do Reino Unido, em apenas cinco anos. Quando não está na loja ele está com sua família, tocando guitarra ou caçando pombos. Big Mark, fã dos Beatles, um dia espera conseguir uma guitarra que tenha sido tocada por John Lennon.

Mark Holland, ou ‘Little Mark’ – Criado na África, “Little Mark” é sócio de Big Mark na Regal Pawn. Mark é o “pau para toda obra” da loja, disposto a tentar de tudo pelo menos uma vez (e mais, se ele gostar). Ele é o melhor amigo de Big Mark há mais de 20 anos e, apesar de brigarem como marido e mulher, ele afirma que jamais vão se separar. Little Mark ama trabalhar na Regal Pawn por causa dos clientes. Com eles, sempre troca ideias e informações e sempre se impressiona com o que as pessoas colecionam.

No seu tempo livre Little Mark gosta de cozinhar comida da escola Cordon Bleu e pilotar motos, não ao mesmo tempo, é claro. Se ele pudesse comprar algo incrível, seria o uniforme do Batman. Ele diz que se tivesse um, iria lutar contra o crime nas ruas perigosas da cidade de Chester. Isso ou, simplesmente, usar na loja para rir um pouco.

Simon ‘Ebenezer’ Penworth – Na Regal Pawn há alguns anos, Simon é um aficionado por artigos militares, antiguidades e estranhezas. Sempre muito elegante, ele é um verdadeiro lorde inglês. O sonho de Simon sempre foi se tornar veterinário, mas uma alergia crônica a quase todos os animais pôs fim a seus planos. Contudo, a perda para a medicina veterinária significou um grande ganho para as vendas. Simon passa seus dias interagindo com os clientes e fascinando-os com seu conhecimento de história.

Simon diz que não é motivado pelo dinheiro. Na verdade, ele acha que se ganhasse milhões não saberia o que fazer ele e acabaria desistindo, mas não sem antes comprar as antiguidades de seus sonhos: um ovo Fabergé, uma miniatura Holbein de  Anne de Clèves, e uma adaga que tenha pertencido a Henrique VIII.

Vicki Manning – Filha de Big Mark, vem trabalhando com o pai há mais de cinco anos como contadora da Regal Pawn. Vicki foi criada em East Yorkshire, mas passa boa parte de seu tempo em balneários glamorosos de North Wales e La Manga, este na Espanha. Como seu pai, antes de ingressar na Regal Pawn Vicki teve uma carreira bem variada e foi de tudo um pouco – de chefe de um restaurante de tapas a gerente de um salão de pedicure. Ela é uma especialista em prata e realmente achou o seu nicho nos penhores. Vicki se descreve como confiante e, diferentemente do que seu pai possa dizer, ela é quem manda ali.

Vicki ama trabalhar na Regal Pawn porque todo dia é diferente, e ela vem rapidamente se tornando uma “mulher-Wikipedia”. Sua cabeça é repleta de fatos obscuros sobre coisas mil, e é por isso que foi convidada para capitanear seu time durante os campeonatos no pub local. Vicki acredita que a loja é apenas uma grande (e disfuncional) família, e, apesar de se desentenderem, não há nada que não possa ser resolvido com uma boa e velha briga cheia de xingamentos e de algumas boas doses de uísque. Ela mantém seu olho aberto para novas experiências na Regal Paw, como quando uma mulher quis vender uma ponte de dentes de ouro que pertenceu à sua mãe. Quando Vicki ofereceu suas condolências, descobriu que a mãe da pessoa ainda não havia morrido.

Liam – Liam, o “novato”, é a aquisição mais recente da Regal Pawn. Com apenas 16 anos de idade, Liam decidiu que precisava começar uma carreira. Na realidade, ele decidiu que precisava de um emprego de meio-período. Liam se muniu de sua paixão por história e esportes e foi até a Regal Pawn, o lugar mais lógico para começar. Ele jamais esperava que Big Mark fosse oferecer um emprego, e agora tem de se reportar a Vicki, que está sempre pedindo que ele pesquise pilhas e pilhas de medalhas militares. Secretamente ele adora fazer esse tipo de coisa, mas é esperto o suficiente para não admitir isso. Se Liam tivesse que escolher um animal para descrever Simon, este bicho seria um esquilo-vermelho, tipicamente britânico e uma espécie em extinção. Ele também não gostaria de ser encontrado morto em qualquer peça usada por Little Mark. O motivo? Muito brilho e muito tilintar.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

No comments

Add yours