Homeland – 6×04 – A Flash of Light

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

“A Flash of Light” já pode ser considerado o melhor episódio apresentado e promete ser um divisor de águas nessa temporada. O terrorismo é um assunto presente na série desde a primeira temporada. E mesmo mudando o local na qual ela se passa, esse assunto se mantém presente. Na vida real, estamos acompanhando todo desenrolar do tal muro que Trump pretende fazer na fronteira do México e a caça as bruxas contra os imigrantes. Não sei se a série se baseou nisso para contar a história dessa temporada, acho difícil, já que a sinopse foi escrita bem antes dos resultados das eleições. Entretanto, é impossível não assistir e lembrar o que está ocorrendo no mundo.

Continua após a publicidade

Homeland se mostrou corajosa e quando a gente menos esperava eliminou um dos personagens centrais dessa temporada. Sekou não teve tempo de curtir sua liberdade! Muitos queriam sua morte. Ele era uma bomba relógio e mesmo após ser solto não admitiu ficar quieto. Isso acabou custando sua vida e uma série de perguntas foi colocada com sua morte.

Continua após publicidade

Dar segue sendo o mal necessário para série. Ao mesmo tempo em que estamos odiando ele, é nítido que sua presença faz o jogo andar e que sim, ele incomoda!  O encontro dele com Carrie foi praticamente um encontro de gigantes. Ambos são muito bons no que fazer e sabem as armas e artifícios um do outro. Não consigo considerar um bom e o outro ruim! Apenas interesses diferentes! Cada tirada de um e outro devolvendo na mesma moeda foi ótimo de se assistir. Quero mais tretas assim!

Quinn segue sem grandes funções – infelizmente- , agora ele está seguindo o tal vizinho que pode ser que tenha alguma ligação com as bombas colocadas na van. Entretanto, Carrie não parece muito confiante. Afinal, ele passou por muitas coisas nesses últimos tempos. Não sabemos até que ponto é delírio ou certeza do que está falando.

Continua após publicidade

Sobre o lado negativo do episódio, o plot envolvendo Saul não está agradando nenhum pouco. Parece destoar completamente do que a série está conta, chegando a dar sono ou ir ao banheiro quando começa. É uma pena!