Homeland além da série: o livro que conta a origem de Carrie

Homeland LivroHomeland é sem dúvidas um dos maiores sucessos de crítica dos últimos tempos. Vencedora de vários prêmios, a série se tornou famosa por contar a história do retorno de um soldado americano à sua pátria, com intenções de realizar um ataque ao governo norte americano. Baseada em uma série israelense, o show ousou ao trazer para os Estados Unidos um assunto tão delicado quanto atentados terroristas.

Continua após as recomendações

Entretanto, passando os olhos rapidamente pela sinopse da série, não se percebe que a verdadeira protagonista desta história não é o militar Brody, mas sim Carrie Mathison – interpretada brilhantemente por Claire Danes. A agente da CIA que é bipolar, move todos os plots da série. Prova disso são os acontecimentos finais do seu terceiro ano e a abertura de novas possibilidades para a nova temporada – que estreia em outubro.

Foi pensando nisso, que a Fox Studios e a editora Harper Collins, resolveram encomendar um livro que contasse algumas histórias da agente antes da série começar. O autor escolhido pra tarefa foi Andrew Kaplan, conhecido nos Estados Unidos por escrever thrillers policiais.

Continua após a publicidade

Kaplan revelou que nunca tinha aceitado uma “encomenda” e que tão pouco conhecia a história da série. Mas ao mergulhar no universo de Homeland, se apaixonou pela personagem e topou o desafio. O resultado? Foi o nascimento de Homeland: como tudo começou – a história de Carrie.

Segundo o autor, que revelou em entrevistas, a ideia de escrever sobre uma agente da CIA que é bipolar foi irrecusável. Além disso, o universo a qual o autor escreveu foi bastante familiar, visto que ele já trabalhou para CIA como agente de informação para os EUA.

A história do livro acompanha Carrie em uma missão no ano de 2006, em que a personagem é vítima de uma armadilha em Beirute, após a tentativa de se encontrar com uma fonte. Apesar de conseguir escapar da emboscada, arruma briga com seu chefe local, sendo mandada de volta pra base da CIA. É quando descobre que um ataque terrorista está sendo planejado pela Al-Qaeda aos Estados Unidos, e a trama se desenrola.

 

Homeland Carrie

 

Familiar? Um pouco. Mas a adaptação aprofunda a personalidade de Carrie, tornando-a de fato o centro das atenções. O caráter da personagem também é bem explorado, mostrando até onde ela vai para conseguir seus objetivos – algo que não é tão detalhado assim na série.

Além disso, a sua relação com alguns personagens conhecidos do show como Saul Berenson (brilhantemente interpretado por Mandy Patinkin) ou David Estes (David Harewood) são discutidas no livro. De certa forma, algumas conexões são estabelecidas entre esta adaptação e a linha narrativa do show que começou em 2011.

A narrativa é excelente. As primeiras paginas por exemplo, não deixam o leitor respirar, com uma série de acontecimentos eletrizantes. Apesar de ter passagens mais lentas em certa altura, não deixa a peteca cair e desenvolve sua trama muito bem.

Um detalhe interessante é que o livro ser ambientado em 2006 parece não ter sido uma escolhido aleatória. Isso permitiu que, o autor pudesse contar mais histórias da personagem antes da série começar: uma sequencia do livro já está sendo desenvolvida pelo autor, um prato cheio para quem é fã da série e principalmente da personagem.

Apesar de existirem críticas quanto a tradução para o português – que parece não ter ficado totalmente boa, fica a indicação de leitura como forma de entretenimento e alternativa para a espera da quarta temporada de Homeland. Você já leu o livro? Gostou da adaptação?

Tags Homeland
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours