House of Cards – 4×05 – Chapter 44

House of Cards 4x05
Imagem: Arquivo Pessoal/Anderson Narciso

 

Continua após publicidade

Depois da tempestade vem a “calmaria”, mas com uma aspas bem grande, porque a situação em Washington está indo um pouco além do complicado.

Continua após a publicidade

Em um episódio que, as alucinações de Frank foram o seu único ato em meio a todo este cenário, a Casa Branca precisou lidar com as consequências da decisão de Donald em relação à ida de Milkin para a China. Além disso, Petrov está irredutível nas negociações sobre a crise do Petróleo, fazendo então o Vice-Presidente parecer mais perdido que cego em tiroteio.

Continua após publicidade

Quem se aproveitou de toda esta situação foi Claire, que praticamente moveu todos os “pauzinhos” do episódio. Foi ela que praticamente conduziu toda a conversa de Donald com Petrov, aproximando-se ainda mais do Vice-Presidente. Além disso, colocou Tusk e Remy na Casa Branca novamente, para ajudarem (ou atrapalharem?) nas negociações com a Rússia. A proposta? Uma parceria entre empresas dos Estados Unidos e da China na situação envolvendo o Petróleo.

Robin Wright está ótima no papel, e nunca esteve tão confortável como agora. Claire expressou sua sutileza em cada movimento neste episódio, encontrando seu ápice na declaração à imprensa, em que revela a necessidade de Francis com um novo fígado. Como a própria LeAnn ressaltou, “ela é boa ein?“. Palmas para Wright, e indicações à prêmios por favor.

Continua após publicidade

No redomoinho da corrida presidencial, as consequências do ato de Lucas acabaram caindo sobre Dunbar ao invés de Frank. Mesmo com todo o relatório envolvendo Zoe Barnes, Rachel, Peter Russo entre outros, ter caído nas mãos do FBI, a credibilidade destas anotações foram por água abaixo, graças ao pronunciamento de Claire. Obviamente, ela fez isso por estar envolvida em todas estas ações, porque seria um ótimo meio de derrubar Francis de vez. Porém, por Heather ter se encontrado com Goodwin, um pouco antes do atentado, sua relação com a Procuradora Geral a colocou em maus lençóis, sendo agora ela a vivenciar uma crise em sua campanha.

Doug se destacou no meio de toda essa confusão, não só confrontando Seth em relação ao vazamento da foto de Francis, mas também ao demonstrar desespero em ver como que, sem ninguém perceber, Claire está desestruturando tudo através de Donald. O final do mandado de Underwood está por um triz, e as coisas definitivamente não estão nada boas para o protagonista. Mas é desta forma que, House of Cards está entregando uma temporada impecável, proporcionando um episódio melhor que outro, e nos instigando a continuar nesta maratona, até mesmo em episódios como este, que aparentam servir apenas de ponte para algo ainda maior.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Manda mais que está pouco, Netflix!