How To Get Away With Murder – 2×09 – What Did We Do?

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

Shoot me!

Estamos na grande noite! Preparados? É bom estarem, porque How To Get Away With Murder conseguiu trazer o episódio mais eletrizante da temporada, e eu me arriscaria a dizer que o mais eletrizante de toda a série. Em um piscar de olhos ficamos sabendo quem foi o responsável por atirar em Annalise, as peças foram postas juntos e finalmente conseguimos montar o quebra cabeça.

Continua após a publicidade

Incontáveis teorias andavam pelas mentes dos fãs da série. Há gente que diga que no final das contas o desfecho da história foi meio previsível, mas o importante aqui é a forma como as circunstâncias foram dadas. Tudo o que achávamos que era, na verdade não era. Murder brinca com a gente, somos feitos de trouxa em cada episódio.

Neste, vemos o suicídio do pai do Asher. O advogado não aguentou a pressão pela exposição de todos os seus podres e pôs fim à própria vida. Fato que irá acarretar na mudança da personalidade do Asher. O rapaz se mostra profundamente abalado emocionalmente e, para nossa grande surpresa, acaba sendo o responsável pela morte de Sinclair. O que acontece na verdade é que Millstone atropela a promotora, num momento de profunda raiva e descontrole.

A consciência de Annalise começa a pesar. Nossa advogada, querendo ou não, é culpada por tudo o que acontece. Ela foi a responsável pela exposição das mentiras do pai do Asher. Ela foi a responsável pela entrada de vez do Asher nos Keating 5. Afinal, pra ser participante do grupo, basta matar alguém ou estar envolvido num crime, não é mesmo? Seja bem vindo, Millstone!

Agora é a hora de limpar a sujeira. No desespero, Asher liga para Bonnie, mas para quem Bonnie pede ajuda? Annalise, é claro. O plano da vez é jogar o corpo de Sinclair do alto da mansão e inventar uma cena do crime. Grandes chances disso não dar certo, pois na perícia do corpo os traumas provavelmente apontarão para outra causa da morte. Mas vamos esperar.

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Enquanto Frank está dando um jeito em Catherine, a tensão aumenta na casa dos Hapstall. Annalise recebe a ligação de Nate e descobre que ele foi demitido. Mais uma vez Keating tem sua parcela de culpa, prejudicando alguém que ela gosta. Tentando livrar todos do crime, Annalise literalmente suplica para que alguém atire nela. Ela julga ser essa a solução, colocando a culpa pelo tiro em Catherine. Numa cena com a emoção à flor da pele, um por um os alunos abandonam a professora, até que restam apenas Wes e Laurel. Num grito de desespero, Keating revela a Wes que Rebecca está morta. Com toda raiva que há em seu coração, Wes atira em Annalise! Um tiro que era para ser na perna para não causar problemas mais graves, na verdade acaba sendo no abdomem. Ou seja, o ódio de Wes pela advogada é maior do que imaginávamos.

Que Viola Davis é incrível, isso já sabemos. Mas aqui, mesmo com o elenco inteiro estando impecável ao seu lado, a atriz ainda consegue se destacar. A súplica para que atirem nela está aliada com o reconhecimento de todo o mal que ela causa às pessoas que a cercam. Uma mulher tão ferida emocionalmente, agora se encontra sozinha na beira da morte. Standing ovation para Viola Davis. Deem todos os prêmios para ela, só isso que eu peço.

Desde a primeira temporada que me pergunto por quanto tempo os criadores da série vão conseguir mantê-la firme e forte. Porque o roteiro é autolimitado. Era isso que eu pensava na first season, coisa que agora entendo que eu estava errada. Peter Nowalk consegue segurar seu roteiro com maestria, costurando todos os pontos soltos ao mesmo tempo em que deixa outros em aberto para manter a audiência. Sabemos que esse recurso funciona, mas até quando isso vai dar certo? A repetição do formato parece começar a incomodar o público.

Ao fim de “What Did We Do?” somos encaminhados 10 anos atrás, e vemos Wes, quando criança, na delegacia falando sobre a morte de sua mãe. Atrás da janela, observando o depoimento, encontramos Annalise e Eve mais jovens. O que isso tudo quer dizer? Annalise foi responsável pela morte da mãe do Wes? Ela é mesmo sua mãe biológica? O que a Eve tem a ver com isso tudo? Quer dizer, como se não bastasse eles acabarem com a gente nessa mid-season finale, ainda nos deixam curiosos até ano que vem.

Então nos vemos em mais reviews quando a série retornar em fevereiro. E vocês, o que acharam do episódio?