How To Get Away With Murder – 3×09 – Who’s Dead?

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

 

Finalmente chegamos ao fatídico episódio de número 9, onde vemos plot twist atrás de plot twist e nossas mentes sendo desgraçadas. O que foi esse episódio, minha gente? A noite do incêndio chegou e agora vemos o desenrolar dos fatos que levaram à morte de um personagem bastante importante para série. Mas antes, first things first: Frank não se matou. Faltou-lhe coragem, mesmo tendo Annalise a sua frente esbravejando para que ele apertasse o gatilho. Agora continuamos com Frank vivo, alguém que se mostrou ser um psicopata disposto a fazer qualquer coisa. Veremos o que mais ele vai aprontar.

Enquanto isso, Annalise se encontra no fundo do poço. Seu vício no álcool está cada vez mais descontrolado. Ela usa a bebida como escape para todos os seus problemas. O que ela não percebe é que as duas coisas andam sem freio: o abuso ao álcool e os problemas. Keating não é mais aquela mulher bem sucedida que vimos no começo da série, e isso fica nítido quando a vemos relembrando de todas as encrencas nas quais está envolvida. É morte atrás de morte. Fico me perguntando como essa mulher consegue dormir a noite.

Continua após a publicidade

Mas como tudo isso não é suficiente, algo vem à tona só para acabar de desgraçar com a vida de Annalise: acharam o corpo de Rebecca. Agora a promotoria quer contar com a ajuda de Wes para descobrir quem matou a menina. Em troca, Wes ganha imunidade judicial.

E enfim, as sequência de fatos que culminaram na morte de alguém no incêndio da casa começam a se revelar. Annalise, percebendo que as coisas deram ruim para o seu lado, convoca os 5K para irem a sua casa. Todos se encontram ocupados no momento, e apenas Lauren aparece na casa de Annalise, justamente no momento em que a casa explode e é tomada pelo fogo.

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Num plot twist sensacional, percebemos que não podemos confiar em tudo que Murder mostra. A teoria sobre as mortes do Wes e do Connor não poderem ser descartadas estava correta, já que finalmente descobrimos o corpo por debaixo do lençol. E esse corpo é de ninguém mais ninguém menos que Wes. E o que é pior: ele não morreu no incêndio. Alguém o matou e em seguida colocou seu corpo na casa de Annalise para pegar fogo.

Opiniões dividem os fãs de Murder em relação à morte do Wes. Mas é de fundamental importância saber que ele era um personagem essencial para série, sendo o segundo mais importante – depois de Annalise. Todas as principais tretas da trama tem o Wes envolvido. Foi ele quem matou o Sam, quem atirou na Annalise, quem namorou Rebecca. E é ele o motivo da Annalise continuar de pé. Com sua morte, a advogada vai ladeira abaixo. E precisamos reconhecer também a audácia da série em matar um personagem significante.

A pergunta que fica para a volta do hiatus é: Quem matou Wes? Provavelmente foi a mesma pessoa que pôs fogo na casa. O óbvio é que seja o Frank, já que ele sabia do envolvimento dele com Laurel. Mas como não podemos confiar no óbvio em Murder, fica aí a pergunta. A série continua com fôlego e surpreendendo seus fãs. Agora com essa pausa, temos tempo de criar várias teorias. Quem matou o Wes? Quem denunciou Annalise? Muita coisa ainda está por vir. Nos vemos na volta do hiatus com mais resenhas aqui no Mix de Séries!

Izabella Viana

Izabella Viana

Enfermeira, viciada em séries, apaixonada por livros e que tem como melhor amiga a menina Netflix. Daquelas que trocam uma noite de balada pelo conforto de sua casa assistindo a um bom seriado. Do coração: Friends, Dexter, Breaking Bad e Grey's Anatomy.

11 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 20 novembro, 2016 at 18:26 Responder

    Esse episódio foi bem tenso. Suei frio do início ao fim. Eu não gostava do Wes, nunca gostei. Mas no fundo a morte dele me tocou. Os bonzinhos sempre se ferram e os fdps vão sempre se safar?

    Essa é a vida real…

    Na minha cabeça Frank matou o Wes, mas vai saber… depois desse plot twist fantastico, tudo é possível!

    • Izabella Viana
      Izabella Viana 20 novembro, 2016 at 19:51 Responder

      A morte dele também me tocou, mas acho que a série fez bem, vai dar um gás. Fora o leque enorme de possibilidades que abriu agora. Porque imagina se eles matassem o Connor, por exemplo. Não ia acrescentar em nada na série.

  2. Avatar
    Marcelo Henrique 20 novembro, 2016 at 19:06 Responder

    Seja lá quem foi Peter ou Shonda fez um grande favor para a humanidade. Wes dos 5K sempre foi, de longe, o mais chato e insosso. Fiquei surpreso com a audácia da série em mata-lo já que, depois de Annalise, ele sempre foi o personagem mais trabalhado pelo roteiro. Entretanto, as possibilidades que a série pode tomar agora são impressionantes. Sei que os fatos apontam uma seta sinalizadora para Frank como o assassino, mas acho que Connor teve uma reação bem estranha. Apostaria nele!

      • Avatar
        Marcelo Henrique 20 novembro, 2016 at 19:55 Responder

        Olha não consigo pensar um motivo concreto. Mas eles já andavam se bicando e eu acho que Connor foi o mais afetado psicologicamente pelo assassinado de Sam, basta lembrar da maneira insana que ele quebrava os ossos do corpo do finado. Não sei se a série iria inserir um lado maniaco em um dos seus personagens mais amados. Mas se eu não duvidava de nada em HTGAWM, depois dessa morte que eu não duvido mesmo.

  3. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 20 novembro, 2016 at 19:14 Responder

    Episódio formidável, daquele que te prende do começo ao último instante. Eu sempre odiei o Wes, desde o primeiro episódio, por n motivos, mas temos que admitir que ele era o protagonista masculino do show e, por mais que eu torcesse desde sempre pela sua morte, jamais pensei que esse dia chegasse. Pra ser bem sincero estou em choque até agora, e isso vai trazer grandes reviravoltas à série.

    Seria muito óbvio o assassino de Wes ser Frank, mas não descarto. Que foi ele quem incendiou a casa de Annalise? Uma hipótese. Não descarto também do assassino ter sido Connor, afinal de contas ele reascendeu a antipatia que tinha por Wes desde o início da série, mas de uma forma mais profunda. E também não podemos desconsiderar a hipótese de ter alguém da família Mahoney. Só sei que não vou aguentar até janeiro pra ver o rumo de tudo agora, e tampouco a season finale pra saber quem matou o insuportável.

    Agora sim veremos Annalise se afundar ainda mais no poço, agora que seu pupilo está morto. Apesar de tudo, ela via no rapaz o filho que não teve chance de criar, e mesmo com seu jeito torto de ser e lidar com as pessoas, o amor por ele era extremamente maternal.

    • Izabella Viana
      Izabella Viana 20 novembro, 2016 at 19:53 Responder

      Annalise realmente vai sucumbir agora.
      E sobre o Connor ser o responsável pela morte do Wes: eu não consigo enxergar uma boa motivação, mas concordo que seja uma possibilidade…

    • Melina L. Galante
      Melina L. Galante 20 novembro, 2016 at 20:42 Responder

      Gente, não tinha pensado na hipótese de ter sido o Connor. Mas agora pensando aqui, pela reação dele, ele pode não ter matado, mas que ele foi à casa de Annalise e viu alguma coisa isso ele viu.

  4. Melina L. Galante
    Melina L. Galante 20 novembro, 2016 at 20:37 Responder

    Eu sou do time que detestava Wezzzzz, mas vê-lo em tela, ali, mortinho, foi chocante. Grande audácia dos roteiristas matarem um personagem central. Seria muito óbvio ter sido Frank, mas depois do que aconteceu não duvido de nada. Apesar disso continuo apostando nos Mahoney mesmo.
    Fiquei com mais certeza ainda de que o filho de Laurel é de Wes e acho que ele meio que vai ser a “salvação” de Annalise. E tô curtindo essa nova perspectiva dela, é um novo nível de perturbação. Mais emmys para Viola, por favor!
    Por outro lado, toda essa reviravolta pode começar a significar o início do fim da série, já especulada pela baixa audiência. Não que Wes seja o que faz a série, mas de certa forma ele é o fio que entrelaça os mistérios e as tretas.
    Mulheres da Shondaland são donas da porra toda, mas sofrem um tanto que vou te contar…

  5. Avatar
    Paula Reis 21 novembro, 2016 at 08:34 Responder

    Ainda estou no chão com este episódio. Gostei da ousadia de matarem um personagem tão importante quanto o Wes, ainda mais pq ele era muito chato. O problema que ele era um personagem que estava envolvido em praticamente tudo. Ele matou Sam, namorava Rebecca, atirou em Annalise e é responsável por boa parte da instabilidade emocional da professora (e de todos os colegas). A questão é que se ele não morresse ele iria conseguir imunidade, denunciar Annalise e conseguiria se safar de tudo isso. Imagina que absurdo!
    Logo, sua morte tem mais justificativas do que apenas ousadia. Mas enfim, espero que a série não decaia sem a presença dele. Que eles consigam nos surpreender ainda, principalmente sobre quem fez tudo isso (pois seria muito obvio ser Frank, mas não imagino outra pessoa).
    Excelente review, Iza!

  6. Avatar
    Bruno 21 novembro, 2016 at 12:09 Responder

    Tenho dois suspeitos pra morte do Wes. A viúva do pai dele, que ficou encarando ele no tribunal e o Connor. Acredito que tenha sido a Sra. Mahoney mesmo.

    A dúvida que ficou era entre Frank e Nate. Como Nate apareceu pouco na temporada, eu já estava chorando com a certeza de que seria Frank. Quando Frank apareceu vivo fiquei aliviado e já sabendo que o morto era o Nate. Mas que ingênuo eu fui. Após 2 temporadas e meia ainda sou um bobo facilmente enganado e pra minha surpresa (ou seria alegria?) o morto foi o Wes! Fiquei realmente surpreendido e fico pensando que essa série deveria ser de acompanhamento obrigatório pra todas as pessoas do mundo hahaha

Post a new comment