HTGAW a Murder – Resumão – 1×04/05/06/07

226407

Continua após as recomendações

Bora lá fazer um resumão desses quatro episódios? Bora!

No quarto episódio, a série já cansou de mostrar a que veio – e veio para ficar. Annalise demonstra verdadeira preocupação no caso de Rebecca. Ela quer saber por que a menina gravou um vídeo confessando ter matado Lila. Bonnie consegue uma cópia do vídeo usando todos os artifícios que pode. Annalise então conclui que Rebecca foi manipulada a confessar o crime, o juiz diminui a fiança e Rebecca responde em processo de liberdade.

Continua após a publicidade

Sobre a trama principal. Ficamos sabendo que Asher não se encontra na cena do crime. Connor, desesperado, lista os vários motivos que apontam eles como culpados: um policial de testemunha, digitais, cabelos e fibras do tapete em seu carro, câmeras de segurança nas ruas vendo o caminho que eles fizeram. Pelo visto vai ser bem difícil escapar desse crime. E para completar, Michaela dá falta de seu anel de noivado. Onde ele caiu, só Deus sabe.

Já sabemos que Viola Daves é uma tremenda de uma atriz. Mas ela nos prova isso em uma das cenas mais memoráveis da série até então. Sozinha em seu quarto, Keating finalmente descobre o que havia no celular de Lila: fotos de seu marido nu. E é aí que vemos a transformação da personagem. Annalise, que por fora é essa mulher determinada, fria, calculista e imbatível, deixa a máscara cair – literalmente.

221572Vemos a professora sem a peruca e totalmente sem maquiagem, jóias e adornos, chorando e lamentando pela descoberta que acabou de realizar. “Why is your penis on a dead girl’s phone?” – é a pergunta que ela faz a Sam. É aí que percebemos toda a fragilidade de uma personagem que se demonstra forte o tempo todo. Seu ponto fraco é justamente o marido. Palmas para a Viola, belíssima atuação.

 Muitas perguntas e poucas respostas. O desenrolar dos casos vai seguindo em frente, criando no espectador dúvidas sem fim. Enquanto a vida pessoal de Annalise desmorona, ela enfrenta um novo caso que considera bastante importante: livrar um homem da pena de morte. Esse homem é um amigo pessoal da professora e já está preso há mais de vinte anos e continua alegando ser inocente. E a pergunta que não quer calar é: como ela vai conseguir provar sua inocência? Para nós, meros mortais, isso parece ser impossível. Mas “impossível” é uma palavra que não existe no vocabulário de Annalise Keating. Para começar, descobrimos que o juiz responsável pelo caso na época é o pai do Asher. Os Five Keating correm contra o tempo para achar provas consistentes da inocência de seu cliente, e aos poucos as teorias começam a aparecer. Vemos que tem muita coisa podre por debaixo dos lençóis desse caso. Compra de testemunha ocular e infindáveis fraudes, tudo à custa de um inocente. Asher se recusa a acreditar que seu pai, um advogado de excelência, teve sua carreira alavancada a custo da prisão de uma pessoa que não era culpada. Annalise consegue provar então a inocência de seu cliente, protagonizando uma das cenas mais emocionantes que já presenciei em séries. Viola se entrega totalmente, colocando sua alma em cena, dizendo que o sistema é falho, que pessoas inocentes são condenadas e que os negros e pobres são os mais desfavorecidos nessa sociedade capitalista em que vivemos. É tanta compaixão que ela nos passa que praticamente sentimos na pele sua dor. É evidente o alívio de Annalise ao conseguir livrar seu cliente da pena de morte.

O tempo vai passando e com isso vamos ficando cada vez mais familiarizados com os dois homicídios – de Lila e de Sam. Uma nova pedra no sapato de Annalise surge, quando o advogado de Griffin – namorado de Lila – pede a exumação do corpo da menina, alegando haver marcas de unhas em seu pescoço, não podendo ser de seu cliente, uma vez que ele é esportista, estando suas unhas sempre aparadas. Enquanto o resultado da autopsia não sai, Annalise diz a Rebecca que se por acaso ela deixar vazar algo sobre o acusado, de algum jeito isso pode vir a favorecê-la. Rebecca, aproveitando a deixa, diz à mídia que Griffin a estuprou. Isso faz com que ela descumpra a ordem de sigilo imposta pelo juiz, podendo ocasionar consequências graves ao caso.

Nesse meio tempo, vemos Nate se aproximando de Rebecca e pedindo para que ela o ajude a condenar Sam. Será que essa parceria irá render bons frutos? Enquanto isso, temos o resultado da autópsia. Em um jogo lindíssimo de imagens, a série mescla a exumação do corpo de Lila com a cena de sexo entre Wes e Rebecca. Quando o resultado da autópsia fica pronto, descobrimos que as marcas de unhas no pescoço de Lila na verdade eram picadas de formiga. E um evento importantíssimo é revelado: a análise anterior deixou passar o fato de Lila estar grávida de seis semanas.

Agora, nos resta ficar no aguardo pelos próximos episódios. Qual será a reação de Annalise diante ao fato exposto? Afinal, se Sam realmente soubesse que Lila estava grávida, esse seria um ótimo motivo para matá-la, não é mesmo? Como Sam vai se livrar dessa? Por enquanto muitas perguntas sem respostas, então o que nos resta é esperar ansiosamente o próximo episódio!

Nenhum comentário

Adicione o seu