Investigação Discovery estreia hoje Jovens Desaparecidos

Investigação DiscoveryCom a vida inteira pela frente, eles viviam a certeza da juventude – “nada pode dar errado” – até que desapareceram. Sem recados sobre o paradeiro ou mensagens para a família, eles entraram para as estatísticas policiais e deixaram dúvidas dilacerantes: estão vivos? Fugiram ou foram sequestrados?

Na segunda-feira, 23 de fevereiro, às 21h20, o Investigação Discovery insere o telespectador na busca por Jovens Desaparecidos (Last Seen Alive), nos episódios com uma hora de duração de sua nova série. Semanalmente, investigadores particulares assumirão dois casos intrigantes de desaparecimento, com a ajuda de familiares que vivem no fio da navalha.

Os casos que integram a série já foram engavetados pela polícia. Mães, pais e irmãos ficaram com incertezas e amargam um tipo específico de tensão, próprio de quem teve sua vida suspensa pela ausência inexplicável de um ente querido.  A preocupação marca semblantes e a necessidade por notícias passa a orientar a rotina daqueles que procuram incansavelmente por pistas.

Neste contexto, os investigadores particulares renovam esperanças. Juntos, familiares e investigadores definem um local como possível paradeiro, viajam até lá e conversam com estranhos, perseguindo evidências da passagem do desaparecido por aquelas ruas. Nenhuma pista é descartada, mesmo as mais sutis. Da entrevista inicial, à varredura pelas ruas, até o eventual desfecho feliz, as câmeras acompanham toda a investigação.

Continua após a publicidade

No episódio de estreia, as duas famílias são assistidas pelos investigadores Christine Burke e Tom Klatt. Tom já foi policial especializado em homicídios e ficará a cargo do caso de Dakota Kilpatrick.  Christine passou dez anos na polícia até fundar sua própria empresa de investigação particular; ela cuidará do caso de Robin Putnam.

 

L

 

Dokota é tratada pela polícia como mais uma adolescente rebelde que fugiu de casa – a família acredita que as autoridades subestimam a gravidade do caso. A jovem começou a apresentar comportamento errático no ensino médio, até que desapareceu de um centro de reabilitação de jovens. A suspeita de Tom é que Dakota esteja viva e envolvida em um rede de prostituição.

Muito próximo dos pais, Robin é descrito como um rapaz tímido e sensível. Ele saiu da faculdade de artes em agosto de 2012 e pegou o trem que o levaria do campus à cidade onde moram os pais. O trem fez uma parada às três da manhã e, depois dela, Robin sumiu. Há esperanças de que ele esteja em Nova York, tentando a vida como artista independente.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, criador de conteúdo, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias e resenha séries semanalmente.

No comments

Add yours