Justiça – 1×20 – Capítulo 20 [SERIES FINALE]

Imagem: Gshow
Continua após publicidade
Imagem: Gshow
Imagem: Gshow

[space sizer = 20′]

Continua após publicidade

É. Definitivamente Drica Moraes e sua Vânia salvaram a trama de sexta. Todavia a personagem teve o triste destino que se temia. Depois de passar anos sofrendo como vítima de abusos domésticos, foi inescrupulosamente usada pelo falso bom moço, protagonista da vez, Maurício, e em um ato de desespero, encurralada pela ameaça de mais violência contra seu corpo, sua integridade, não percebeu o abismo que a esperava. Diferente da universitária dos primeiros episódios, a Vanessa, a queda de Vânia foi maior e fatal.

Falando nela, que fim levou a estudante? Chegamos ao final da trama e nada dela ou das acusações contra Theo foram citados. Percalços e atrapalhos de uma trama pequena, nascida e desenvolvida em um ritmo acelerado. Aliás, esqueceram até  do que Theo havia feito quando lhe deram espaço a sua possível entrada na política.

Continua após publicidade
Continua após publicidade
Imagem: Gshow
Imagem: Gshow

Faz-me rir. Faz-te realidade. Desencontrado ou não, este panorama da politicagem brasileira habitado por pais, filhos, netos, juniores milionários, dispendiosos, arrogantes, prepotentes, corruptos, cheios de si é muito próximo do “baseado em fatos reais”.

Sobre mais alfinetadas, Justiça não poderia se encerrar sem mais uma, tendo precisado apenas de uma curta cena para isso: a do policial catando parte dos bens retirados da casa de Antenor, muito provavelmente joias de Vânia. E antes que comecem as reclamações, foi sim uma crítica bem feita às instituições e pessoas que se dizem ilibadas e que quando ninguém está vendo arrumam suas tretas.

Continua após publicidade

Uma salva de palmas para Leandra Leal também, que pode não ter sido a personagem mais íntegra da minissérie, mas teve uma sequência de cenas muito boa no capítulo que culminou em sua retirada do FGTS. Maravilhosa!

Continua após publicidade

Acabou que a trama da vingança de Maurício contra Antenor provocou mais sono do que vontade de qualquer coisa. E se tem dificuldades de perceber um tão diferente do outro assim. Maurício sequer demonstrou qualquer indicativo de remorso ao que aconteceu com Vânia. O confronto entre os dois, com a epifania da revelação de todos os planos, foi meio abestalhado e a mensagem que ficou de ambos é que vale tudo para se conseguir o que quer. Daí a dizer quem conseguiu o que fica mais difícil. Restou um Antenor meio perplexo e um Maurício que nitidamente não encontrou a paz (a justiça?) que queria.  Resolveu cair na estrada.

Continua após publicidade
Imagem: Gshow
Imagem: Gshow

E lá na estrada Maurício encontrou outra alma meio perdida, meio encontrada. Deparamo-nos com uma similaridade de histórias não percebidas antes: a justiça de Maurício tinha muito a ver com a justiça de Débora. E aí se pergunta: ela foi encontrada? Cair na estrada para qualquer lugar ganha um duplo sentido diante desse cenário.

Continua após publicidade

É… Disparada uma das melhores produções nacionais do ano, (a) Justiça deu o que falar.  E como ouroboros, a serpente que come a própria cauda, terminou com as manchetes sensacionalistas daquele mesmo jornal, o Diário de Notícias, agora com os resultados de suas tramas originais.

Continua após publicidade
Produtora e realizadora audiovisual, no momento em processo acadêmico. 99% seriadora com aquele 1% noveleira. Divide as fases da vida em Buffy, a Caça-Vampiros, Gilmore Girls e Grey's Anatomy. Sua menina dos olhos, porém, é Penny Dreadful. No Mix de Séries escreve as reviews de Modern Family, Orange is the New Black, Scandal e o que vier.