La Casa de Papel Coreia, o segredo do final explicado

Tudo sobre o final de La Casa de Papel Coreia.

La Casa de Papel Coreia

A indústria de entretenimento sul-coreana é famosa por seu conteúdo original e por ter histórias únicas que conquistaram os corações de milhões de pessoas em todo o mundo. Então, ao assistir La Casa de Papel Coreia, a primeira pergunta que vem à mente é: “O que deu errado desta vez?”.

Continua após publicidade

La Casa de Papel Coreia é versão ou adaptação?

La Casa de Papel Coreia
Imagem: Divulgação.

Com base na série original espanhola de mesmo nome da Netflix, a série coreana, até agora, segue uma premissa muito semelhante. E isso acaba cansando os espectadores, ao ver todas essas histórias novamente. Para a maioria do público, que não entende espanhol nem coreano, e depende muito legendas ou dublagem para entender a narrativa, tudo parece igual. Mas sim, com rostos diferentes e um mundo um pouco diferente. Então, novamente, esse é um “fan-service” ou apenas uma má decisão de estúdio?

La Casa de Papel Coreia carece de tudo o que a série original é conhecida. Não tem nenhum fator “Bella ciao” porque revoluções, revoltas e anarquia são os sentimentos que surgem do conflito pessoal de uma nação. Essas lutas não podem ser simplesmente adotadas ou copiadas e coladas. Os criadores tentaram lidar com essa questão e, assim, incorporaram o conflito em curso entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. Eles definiram o conflito político entre duas nações em um futuro próximo fictício, mas isso funciona?

Continua após publicidade

Bem, a 1ª temporada apenas retrata um pedaço de tensão política entre esses dois governos. Estes que estão tentando reunir a Península Coreana. E o Professor, aparentemente, faz parte do processo de planejamento. Então, novamente, o plano do Professor é sobre dinheiro, ou há alguma conspiração mais profunda ou uma causa maior por trás disso?

A 1ª temporada se recusa a responder a essa pergunta proeminente que tanto procuramos. Em vez disso, em seis episódios de quase uma hora cada, a narrativa apenas configura o mundo e os personagens sobre os quais já sabemos muito.

Qual foi o plano de fuga do professor?

La Casa de Papel Coreia
Imagem: Divulgação.

Em vez de roubar o dinheiro, em La Casa de Papel Coreia o Professor planejava imprimi-lo usando as máquinas dentro da Casa da Moeda. Ele disse à sua equipe que essas notas de moeda recém-impressas não seriam rastreáveis ​​e, portanto, eles poderiam ser usadas livremente. Eles mantinham os funcionários como reféns e mantinham uma boa reputação com o público em geral através da mídia. Tudo para que pudessem ganhar algum tempo para imprimir o dinheiro.

Continua após publicidade

Leia também: Nova teoria de La Casa de Papel muda todo o final

O Professor não queria que a polícia invadisse o local, o que foi o motivo para criar um plano complexo para enganar a polícia e obrigá-la a andar em círculos. E, enquanto a polícia estava ocupada perseguindo a sombra, o Professor instruiu Moscou a cavar um túnel dentro do cofre. Este, que se tornaria sua rota de fuga para fora da Casa da Moeda. Ele também ordenou que sua equipe obrigasse os funcionários a cavar outro túnel na Casa da Moeda. Tudo isso, um túnel falso para enganar a polícia e evitar uma perseguição no final.

De fora da Casa da Moeda, o Professor usou uma série de estratégias para ficar de olho em todas as ações da polícia. Afinal, ele pretendia enfrentar um ataque antes mesmo que a polícia pudesse implementá-lo. Com a ajuda de Rio, ele plantou um dispositivo de hacking no celular do capitão Cha Moohyuk. E, com a ajuda do dispositivo, estava ouvindo toda a conversa o tempo todo para ficar um passo à frente deles.

Mas, enquanto Seon Woojin estava cegamente apaixonada pelo Professor, foi o Capitão Cha que suspeitou que havia algo errado com esse novo cara, Park Sun-ho, também conhecido como Professor. E assim veio conhecê-lo no final da 1ª temporada.

Continua após publicidade

Final de La Casa de Papel Coreia: o Professor planejou a unificação da península coreana?

No final da 1ª temporada, Moscou finalmente encontrou algum solo no túnel que estava cavando. O que significava que em breve estaria pronto para a fuga. Enquanto Nairóbi, que cuidava da impressão das notas, precisou de apenas mais três dias para concluir o trabalho. Toda a equipe especulou que eles poderiam deixar a Casa da Moeda em mais 72 horas, se tudo corresse conforme o planejado.

No entanto, do lado de fora, a polícia já havia reconhecido três suspeitos, ou seja, Rio, Nairóbi e Berlim. Assim, mesmo que eles escapem com sucesso da Casa da Moeda, eles teriam que deixar o país para viver uma vida pacífica em outro lugar. Song Jung-ho, também conhecido como Berlim, sofria de uma doença terminal, provavelmente doença de Parkinson, e poderia morrer em breve. Também poderia desempenhar um papel importante na transformação de seu caráter narcisista na próxima temporada.

La Casa de Papel Coreia
Imagem: Divulgação.

Por outro lado, o Professor se deixou levar por suas emoções e pediu a Seon Woojin que deixasse o caso, pois estava afetando sua saúde mental. Enquanto Tóquio narrava a história, ela explicava por que Woojin foi tão crucial para o sucesso do assalto.

No entanto, se ela deixar a unidade de operações especiais, o Professor não terá mais meios para obter as informações. E isso, por sua vez, poderá comprometer todo o roubo. Porém, antes que Woojin pudesse dar esse passo, ela encontrou uma moeda dentro do bolso que foi deixada por Anne Kim. Tudo isso, quando Woojin entrou na Casa da Moeda.

O pedaço da cédula recém-impressa provavelmente deu a ela uma dica sobre o que os ladrões estavam planejando o tempo todo. E, portanto, ela faria qualquer coisa para detê-los.

Leia também: La Casa de Papel Coreia, tudo sobre a série

A primeira temporada de La Casa de Papel Coreia terminou com um gancho. Moohyuk, que suspeitava do novo homem na vida de Woojin, decidiu fazer uma visita ao seu café. E finalmente cumprimentou Park Sun-ho, também conhecido como Professor. Na série coreana, o Professor costumava ensinar (economia) em uma universidade há alguns anos, onde o marido de Seon Woojin e membro da Assembleia Nacional, Kim Sangman, o conheceu.

Ele ficou impressionado com a ideia do professor de unir a península coreana. E assim o levou a uma pessoa chamada Oh Jaeyun, que informou ao Professor que a Coreia do Norte estava planejando implementar uma política de portas abertas, o primeiro passo para a unificação do Norte e do Sul. Eles tinham os meios e o capital, mas precisavam de uma estratégia de desenvolvimento econômico para avançar e, assim, Oh Jaeyun pediu ao Professor para planejar isso para eles.

Mesmo neste momento, o Professor tinha dúvidas sobre todo o esquema, mas provavelmente ajudou o governo por causa do qual surgiu a Área Econômica Conjunta. Talvez o Professor só tenha proposto esse plano porque pretendia roubar a moeda da Casa da Moeda mais tarde.

E se o Professor é uma pessoa tão importante que desempenhou um papel tão crucial na unificação da península coreana, então ambos os governos teriam um registro de sua identidade que o Capitão Cha Moohyuk poderia acessar facilmente.

Então a questão aqui é, o Capitão Cha Moohyuk sabe quem é o Professor? Ele pode não saber que é o cérebro por trás do assalto, mas pode ter a ideia de que é a pessoa que escreveu o futuro dos dois países.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.