Legends of Tomorrow – 1×15 – Destiny

406666

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

Finalmente minhas esperanças na série foram renovadas para a próxima temporada. Que trabalho sensacional este realizado pelos produtores no penúltimo episódio. Tivemos tantos acontecimentos que é até difícil moldá-los em algumas frases no corpo desta review. Mas como a foto ali de cima me motiva e emociona bastante, acredito que darei conta do recado.

Continua após a publicidade

406649

Imagem: Banco de Séries

Primeiro temos que abordar Wentworth Miller. Soubemos esta semana que o ator sairia da regularidade para a recorrência nos episódios do Arrowverse. Mais chocante e emocionante do que isto, tivemos um episódio repleto de tensões sexuais entre o shipp mais querido deste seriado, culminando em um beijo poucos minutos antes da morte do herói. Foi intenso ver como ele expôs sua vida para salvar Ray e Rory, e devolver o livre-arbítrio a humanidade. Será triste não conviver semanalmente com as ironias de Snart, mas acredito que LoT nos reserva grandes surpresas.

Todo os momentos vividos no Ponto de Fuga passaram como um flash. Primeiro, foi genial a sacada cômica de colocarem uma música para desestabilizar os Waveriders. Segundo, utilizar do Oculus para explicar os eventos da temporada foi um escape que funcionou. Querendo ou não, se encaixou bem a história, e a menção aos Thanagarians me dá esperanças de ver a raça como antagonistas da segunda temporada. Toda a luta contra os Time Masters foi muito bem trabalhada, e principalmente foi delicioso ver Mick enganar a todos e atacar como Chronos.

Rip tentou por 15 episódios, mas sua família ainda permanece como sempre esteve. Gostaria de ver Jonas mais velho, lutando em um futuro onde a resistência tenha ganhado. Como temos infinitas possibilidades e Terras neste universo, acho que não será difícil por esta ideia em prática. Savage ainda domina o mundo, e tem Kendra e Carter em suas mãos. Ainda com a possibilidade de navegar pelo tempo, esperamos para ver onde se dará a luta final, e como vão direcionar o fim de um vilão que, se comparado a desastres por aí (lê-se Damien Darhk), foi bem desenvolvido e trabalhado durante a temporada.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=lrsVKX1nU0A [/youtube]

Lucas Franco

Lucas Franco

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.

No comments

Add yours