Legends of Tomorrow – 2×03 – Shogun

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

Finalmente podemos ver a abordagem do Cidadão Gladio dentro da série. Nick Zano está mandando muito bem com seu papel de Nate, e isso reflete em críticas positivas quanto aos episódios.

Continua após a publicidade

A abordagem ao Japão feudal não foi tão monótona quanto eu imaginei. Tivemos uma ação bem trabalhada e plots dramáticos intensos. No fim, a série merece elogios pelo crescimento incrível dessa segunda temporada, e espero que daqui pra frente a evolução seja continua, sem os deslizes observados no ano passado.

Quando descobri que este episódio iria abordar a época ouro do Japão, com seus samurais e espadas e lutas, fiquei apreensivo. Não que seja desanimador, mas temas fortes como este, temas de expressão histórica, tendem a ser monótonos em Legends of Tomorrow. Um grande exemplo é a abordagem feita na primeira temporada ao velho oeste e Jonah Rex. Contudo, tivemos referências interessantes e divertidas, como menções ao Mestre Yoda e até uma introdução aos antepassados de Katana.

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

Imagem: Banco de Séries

A chegada de Vixen ao grupo foi meio inusitada. Esperava uma coisa mais formal, como um pedido por parte dela para vingar a morte do Homem-Hora. Contudo, a personagem se encaixou no time de uma maneira já esperada. Podemos perceber durante as cenas um feeling muito grande entre a personagem e Sara, conferindo aquele girl power em ascensão na CW. Não sei dizer ainda se gosto tanto dessa Vixen, se comparada com a do século 21, mas é inegável como a habilidade dela se encaixa perfeitamente as necessidades do time.

Pelo visto a abordagem aos dois grandes vilões desta temporada está sendo prorrogada. E eu até entendo o motivo de tal ato uma vez que pode ser entendiante arrastar um plano de vingança por longos episódios. Ainda não sei até que ponto a interferência das outras séries atuará em Legends of Tomorrow, mas aquele áudio do Barry de 2056 me deixou muito intrigado. Por estar acostumado com alterações temporais, nada ultimamente me impressiona nas séries da CW.

Semana que vem voltamos com um episódio sobre a Guerra Civil (calma que eu não confundi as empresas de super heróis). Em termos de história, tem tudo para ser um dos melhores episódios já produzidos em LoT. Entretanto, esse “crossover” com The Walking Dead me preocupa. Apresentar um apocalipse zumbi em meio a uma guerra clássica norte-americana não me parece uma ideia interessante. Espero que esteja errado a respeito dessa abordagem e que vocês tenham gostado da review. Nos vemos semana que vem! 😀

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=xk8GlUoG6ok[/youtube]

Nenhum comentário

Adicione o seu