Limitless – 1×22 – Finale: Part Two!! – [SEASON FINALE]

Imagem: IGN

Imagem: IGN/Reprodução

 

Limitless chegou ao fim, e felizmente, independente do destino que a série vá tomar – destino este a ser definido pelo upfront que se aproxima – a série nos deixou com um adeus apropriado. O humor característico da série foi bem empregado, os jogos visuais da série foram bem construídos, até mesmo as paletas de cores pareceram mais afinadas do que nunca. Renovada ou não, Limitless pelo menos entregou uma despedida a altura.

Comecemos pela cúpula de vilões da Legion of Whom num vulcão. Sempre admirei a habilidade de Brian de pensar nas coisas mais ridículas – não que elas não façam sentido, são até referências bonitas, mas são ridículas mesmo assim – para preencher essas lacunas, seja com ou sem NZT.

Continua após a publicidade

Na verdade, todos os quesitos visuais alcançaram as melhores marcas. O começo dos efeitos colaterais de Brian foi excelente, não só por trazer Piper – finalmente – de volta como a figura central das alucinações, mas por mostrar que a brutalidade dos efeitos foi aumentada.

O companheirismo de Brian e Rebecca foi outro fan favourite a retornar para a Season Finale. Depois de todos os problemas e toda a desconfiança que esses dois enfrentaram nos episódios que antecederam a ascensão de Sands, foi bom ver que Rebecca, mesmo sabendo que o uso do NZT pode ser o fim de Brian, está disposta a ajudá-lo a conseguir encontrar Piper.

Imagem: IGN

Imagem: IGN/Reprodução

O confronto de Brian com seu nemesis moral – o pai – também foi muito interessante. No fim, sempre esteve óbvio para todos nós, mas acho que foi muito legal acrescentar “I just wanted you to know that the reason I’m taking the pill isn’t because I’m some junkie. It’s to help people.” como o grande ponto final desse embate.

A trama procedural em si, envolvendo todo o evil plot de Sands e de sua Legião lucrando em cima de uma questão que coloca em xeque a própria moralidade humana – já que estamos mais preocupados com quem terá os direitos sobre a nova rota de comércio, e não com o desastre ambiental colossal que é o rompimento da geleira – também foi muito amarrada. A velocidade dos acontecimentos, o desgaste de Brian, tudo isso tornou a situação uma perfeita finale.

Também não faltaram surpresas ao episódio. A explosão durante o tiroteio, o ainda mais misterioso desaparecimento de Piper do cativeiro – cruelmente temperado pela alucinação de Brian sobre conseguir salvá-la –, algo que, por sinal, muito me pareceu com a trama de Moriarty usada em Elementary – porque não sei se só eu, mas acho que a dúvida sobre como Piper havia escapado e se ela estaria mentindo; porque ser um dos membros do esquema, ser o cabeça do esquema, mais especificamente, seria a melhor justificativa para essa fuga dela. É claro, Piper era inocente no fim, e foi ao mesmo tempo triste e perfeito que a personagem de Georgina Haig.

No fim das contas, e para surpresa geral, Limitless fecha seu ano um com um saldo muito positivo. E, mais inacreditável ainda, deixando um gosto de quero mais – desde que seja uma temporada só com 13 episódios. Mas como, por hora, nos despedimos da série, não custa dizer, it was a wild ride.

 

P.S.: Adorei os extras do fim do episódio, especialmente pela participação de todos os melhores personagens introduzidos ao longo da série, incluindo Andrea Who Knows Things e do verdadeiro nome de Mike (Darryl).

Richard Gonçalves

Richard Gonçalves

Estudante de Letras, apaixonado por quadrinhos, música e cinema. Viciado em séries desde sempre. Fã de carteirinha de Doctor Who, House, Battlestar Galactica, Sherlock, 24 Horas, The Borgias, Penny Dreadful, E.R. e Lost. Aqui no Mix de Séries é editor de reviews, além de escrever as reviews de Marvel's Jessica Jones, Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. e The Originals.

2 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 18 maio, 2016 at 20:51 Responder

    Quero segunda temporadaaaaa…
    Poxa vida, foi um ótimo final. Fiquei preocupado em não darem um final pra história da Piper, mas ainda bem que deram.

    E os shippers de Rebbeca e Bryan? Não ganharam nenhum beijinho? kkkk

    O final com as entrevistas foi mto legal. #Pray4Limitless

Post a new comment