Lost: polêmica de bastidores é revelada e choca os fãs

Lost polemica de bastidores

Lost era para ter acabado antes

Você se lembra de Lost? Quer dizer, a menos que você não ligasse para séries na década de 2000, você deve se lembrar da força que Lost teve na TV. Esta é uma série que não tinha apenas milhões de fãs sintonizando toda semana, mas que deixava as pessoas fascinadas e tão dedicadas a descobrir seus mistérios. E a ponto de fóruns serem os principais pontos das mais loucas teorias. 

Continua após as recomendações

Mas você sabia que os produtores de Lost queriam apenas três temporadas para a série? Pois é, muita gente fica surpresa ao saber disso. E você pode se surpreender ainda mais ao saber por que isso aconteceu.

Recentemente, uma entrevista com os produtores acabou revelando uma polêmica de bastidor que envolveu a emissora que exibiu a série originalmente, ABC. E, aparentemente, o canal não estava apto a atender os desejos dos criadores. Essa revelação está impactando fãs, principalmente aqueles que acham que as três últimas temporadas da série não são muito boas. Confira…

Continua após a publicidade

Emissora forçou continuação

Lost estreou no fim de 2004, e rapidamente dominou o cenário da cultura pop, enquanto as pessoas tentavam separar os significados de todas as coisas loucas que vimos acontecerem com nossos personagens favoritos no programa a cada semana. 

Mas o co-criador e showrunner, Damon Lindelof, falou recentemente com Collider sobre seu tempo na série. E ele revelou não apenas o profundo desejo de que Lost acabasse na terceira temporada, como também o motivo deles acharem necessário.

“Lost era sobre ‘O que há na escotilha? O que há com o monstro? Quem é o Sawyer original? Como Locke ficou na cadeira de rodas? Qual é a natureza da ilha? Por que parece estar se movendo? Quem são os outros?’. Enfim, havia todos esses mistérios convincentes e estávamos dizendo: ‘Queremos que essas coisas sejam respondidas até o final da 1ª temporada, essas coisas respondidas até o final da 2ª temporada, e então o programa basicamente termina depois cerca de três anos. Esse foi o discurso inicial e eles nem estavam ouvindo. Eles (a emissora) me olharam particularmente e disseram ‘Você entende o quão difícil é fazer uma série que as pessoas querem assistir? E as pessoas gostarem da série? Então, por que acabaríamos com isso? Você não termina uma série que as pessoas estão assistindo.”

Então, basicamente, a série avançou até a sexta temporada devido a uma pressão da ABC. Claro, entendemos que uma série que faz sucesso tende a continuar. Mas a partir do momento que os criadores excedem o plano original, isso pode significar algo ruim.

Damon Lindelof até observou durante sua entrevista que ele tentou convencer a ABC de deixá-lo fazer a série com três temporadas, enquanto Lost ainda estava na fase da produção de piloto. Então, ele sabia o que estava fazendo ao tentar certifique-se de que sua equipe e os fãs tivessem uma história completa (e completamente coerente).

Fãs começaram a reclamar

Se você assistia Lost naquela época, saberá que muitos fãs reclamaram da série, pois ela se tornou um pouco mais lenta. Lindelof e Cuse não conseguiram convencer os executivos da ABC a encerrarem o programa após a terceira temporada, embora tivessem insistido com a rede sobre seu desejo sincero disso acontecer.

Quando se tornou óbvio que a rede não iria ceder, os co-showrunners concordaram em estender seus contratos para que pudessem organizar as ideias de Lost para que o final fosse algo próximo do que eles originalmente previram.

Mas, durante a segunda temporada, Lindelof diz que a rede ainda estava claramente confusa sobre por que ele e Cuse sentiram que a série precisava de um final tão definido.

“Todo esse tempo em que a ABC perguntava o motivo para encerrarmos, nós dizíamos ‘Esses flashbacks são finitos. Em última análise, são histórias de origem, porque você está descobrindo sobre essa pessoa pela primeira vez. Mas depois, começamos a repetir. Então, tivemos que mudar a perspectiva. Podíamos introduzir novos personagens para novos flashbacks, mas as pessoas investiam tempo nos antigos personagens. Sabíamos que isso poderia não acabar bem, mas a emissora discordava”, revelou.

Com certeza, quando Lindelof, Cuse e seus escritores adentraram na terceira temporada, eles tiveram que esticar alguns mistérios. Além disso, criar alguns novos que não tinham sido planejados e tentar trazer novos personagens para que pudessem manter a máquina de flashback rolando. 

Nessa altura, a dupla já sabia que a série estava perdendo os rumos. De acordo com Lindelof, no entanto, depois que os seis primeiros episódios da terceira temporada foram ao ar, a ABC finalmente entendeu esses possíveis problemas e concordou em terminar a série… depois de 10 temporadas! Obviamente, eles conseguiram chegar a um acordo, e Lost terminou com seis temporadas. Ainda bem.

Mas essa história prova que, as vezes, a emissora interferir nos planos originais de um roteirista podem fazer um bom produto, como Lost, acabar se tornando algo cansativo e chato.

E você, gosta de Lost? O que acha da corrida de seis temporadas da série? Deixe nos comentários e continue acompanhando as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Tags lost