Love – 1×01 – O Começo [SERIES PREMIERE]

Imagem: arquivo pessoal.
Imagem: arquivo pessoal.
Imagem: Arquivo pessoal

 

Continua após publicidade

O piloto de uma série raramente me agrada. E alguns não conseguem passar ao público o sentido do show. Mas, assim como a capa de um livro, é por ele que vamos julgar. Então, o que falar do primeiro episódio de Love, a nova série da Netflix que estreou nesta sexta?

Continua após a publicidade

Como esperado por todos, Love é realmente uma comédia romântica e seu piloto não foge do clichê conhecido por esse gênero. Como toda série do Netflix, há nudez, sexo e muito palavrão. A plataforma usa e abusa do fato de não estar na TV aberta, o que acaba atraindo espectadores. Mas, na minha opinião, a barra ficou um pouco forçada em Love. Muitos palavrões por linha e uma nudez completamente desnecessária para a história nos é apresentado no seu piloto.

Continua após publicidade

Mickey e Gus não parecem ter nada em comum, além da vida completamente destrambelhada. Gus é o estereótipo de nerd, que sofreu bullying durante toda a sua existência, e Mickey é a clássica mulher incomodada com a atual situação da sua vida, mas não fazendo nada para mudar. Foi bem óbvio, desde a primeira cena, que aquela namorada de Gus não estava na mesma que ele. E, tanto a história deles dois, como de Mickey com seu namorado, mostram a situação de ficar com alguém por conforto, conformismo e carência.

O Começo foi bem focado nos protagonistas. Vimos apenas alguns outros personagens que ajudam a contar a história. Como foi uma vista tão superficial, não sei muito bem o que pensar deles. A colega de casa de Mickey parece ser um pouco tapada e tem cara de ser o alívio cômico da série. Porém, Gus não foge disso também, pois o personagem apresenta uma clássica veia cômica, já conhecida do ator.

Continua após publicidade

Depois de todo um episódio contando o antes deles se conhecerem, os dois se esbarraram em uma loja de conveniência, de uma forma um tanto quanto clichê para quem conhece esse estilo. Mas, vamos combinar, quem gosta de comédia romântica já sabe disso e assiste do mesmo jeito. Por isso, nada me impede de dar play no Netflix e continuar conhecendo a história desse casal tão oposto e diferente.