Love – 1×09 – Leitura do Script

Love-GuseMickey
Imagem: Arquivo pessoal

 

Continua após publicidade

Que episódio intenso e tenso. Tudo que aconteceu foi tão real que é impossível não se identificar com um dos lados. Quem nunca foi Mickey? Quem nunca foi Gus?

Continua após a publicidade

A situação é clássica: você tem um encontro, a pessoa não liga no dia seguinte, você acha que fez algo errado e vai atrás dela, a coisa fica estranha, a pessoa se afasta mais ainda de você, você se torna um(a) [email protected] [email protected] que vê o Facebook, visita todo o passado da pessoa e, de repente, tem uma ideia “brilhante” de armar um encontro “ao acaso” com ela. O resultado? Tudo dá errado.

Continua após publicidade

Mickey mostrou que é tão insegura quanto qualquer um, mesmo parecendo ser super descolada. E Gus mostrou ser um cara meio babaca, mesmo parecendo ser bonzinho. Ao mesmo tempo que isso se torna um estereótipo da vida real, sai do clichê dos filmes românticos de Hollywood. Quem está sofrendo não é o cara “bobão” atrás da mulher linda e descolada, mas, sim, o inverso.

A discussão dos dois foi tão cheia de verdades e tão real que eu até me senti mal por eles. O episódio mostrou tudo que fazemos quando estamos obcecados por alguém: pisamos na bola com os amigos, perdemos a razão, nos transformamos em quase [email protected] e afastamos ainda mais a outra pessoa. Gus poderia ter sido sincero com Mickey e ter dito que não queria mais nada antes. Para quê ser o cara que some? O que causa a insegurança?

Continua após publicidade

Enfim, depois do seu roteiro ser comprado pelo estúdio (e foi legal da parte do cara ter dado os créditos pela ideia), Gus está na berlinda no trabalho e esse tipo de coisa não pode acontecer. E, enquanto tudo deslancha na vida do rapaz, parece que Mickey se afunda cada vez mais.