Mad Men – 7×12 – Lost Horizon

mad men

Imagem: Bando de Séries

 

“- Have you introduced yourself?”  (“Você já se apresentou?”)

“- I’m Don Draper from McCann-Erickson”  (“Eu sou o Don Draper da McCann-Erickson”)

Continua após a publicidade

Assim fica até repetitivo elogiar essa série maravilhosa e que, sem dúvidas, nos deixará saudades. Sinto finalmente a reta final de Mad Men chegando. Não tenho a mínima ideia de como será a series finale, mas tenho certeza que será épica e que marcará a história das séries, assim como a series finales de Breaking Bad e Six Feet Under.

Lost Horizon foi o divisor de águas. Se o episódio passado nós vimos a derrota da SC&P, o episódio dessa semana marcou o fim definitivo da agência de publicidade. Ninguém estava satisfeito com a situação pelo qual estão passando, pois o seu status muda e isso é inevitável. Era bastante visível o semblante perdido dos personagens como se suas vidas não tivessem mais sentido nessa nova caminhada.

Foi um episódio triste, melancólico e também pessimista, já que eles não conseguiam enxergar uma saída para aquela situação em que estavam inseridos. Daí, vem o conformismo, e a vontade de lutar para salvar a agência são quase nulas. Don, Peggy, Joan, Roger não tem mais forças para enfrentar e se reerguerem como tinham antigamente. Uma lástima, porque não queria que terminasse com esse ar de tristeza que pairou na SC&P.

Sempre nas minhas reviews falo sobre o machismo explícito em Mad Men. Joan é sempre a principal vítima desse sexismo, ou seja, quando um gênero se sobrepõe ao outro. Peggy também sofreu quando a secretária do McCann bateu na porta do seu apartamento para dar flores de bem-vinda ao novo lugar de trabalho. Se hoje ainda é comum esse assédio nos escritórios, imagina nos anos 70 que o movimento feminista estava emergindo na época. Ainda hoje, são poucos os casos de mulheres que ocupam um cargo alto dentro de uma empresa. Foi só agora, no século XXI, na América Latina, por exemplo, que temos mulheres ocupando a Presidência da República. Nesse sentido, será um desafio para Peggy, já que Joan saiu, trabalhar num ambiente desconhecido dominado majoritariamente por homens. Com certeza, haverá dúvidas no que diz respeito à sua capacidade profissional.

Don olhando para cima com um olhar perdido, me remeteu a abertura da série que é composto por um homem caindo. Parece que eu vi o Don naquela situação. Se a sua vida profissional era a única coisa que o alegrava e o deixa menos infeliz, agora com a junção do SC&P com a McCann, significa que a sua vida é totalmente sem sentido. A minha teoria de que Don acaba na completa solidão foi reforçada em Lost Horizon. O nosso protagonista vive numa vida de aparências, pois ele parece ser feliz na frente das outras pessoas, mas a realidade é totalmente oposta.

Tags Mad Men
Daniele Duarte

Daniele Duarte

Carioca da gema, amante de literatura clássica. Machado de Assis é o seu autor favorito. O tríade de melhores séries são Six Feet Under, Breaking Bad e Sherlock . Séries inglesas também faz parte da sua grade de séries. Ela é a pessoa que chora rios com a series finale de SFU.

No comments

Add yours